Header Ads

Bahia tem aumento de 136% no número de registros de meningite

 Até o momento, 273 casos de meningites de diversas etiologistas foram registrados na Bahia

A Bahia registrou em 2022, até o momento, 273 casos de meningites de diversas etiologistas, o que significa um coeficiente de 1,78 a cada 100 mil habitantes. O número representa um aumento de 136% em relação ao ano de 2021, quand0 105 casos foram registrados no mesmo período. Em 2020, foram 143.

De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, a evolução dos registros está relacionada, possivelmente, à redução das medidas de controle da pandemia, como o isolamento social e uso de máscaras, adotadas durante a pandemia da Covid-19.

Ainda conforme a pasta, em 2018 e 2019, no mesmo período, foram confirmados 337 casos (CI 2,19 mil/100 mil hab) e 348 casos (2,27/10mil hab) de meningites respectivamente por todas as etiologias. Ou seja, números maiores do que os registrados em 2022.

Prevenção
A vacina é a forma mais eficaz de prevenir a doença. Este ano, com o objetivo de aumentar as coberturas vacinais, o estado da Bahia ampliou a oferta da vacina meningocócica C conjugada para as pessoas de 1 ano de idade até 19 anos, 11 meses e 29 dias de forma seletiva.

Além disso, a Sesab recomenda a vacinação indiscriminada para profissionais de saúde com a vacina meningocócica C. Da mesma forma, também foi ampliado o público-alvo da vacina meningocócica ACWY, que estará disponível na rede pública, até junho de 2023, para os adolescentes de 11 a 14 anos.

Além da vacina meningocócica, na rede pública, temos outras vacinas disponíveis contra meningites bacterianas como: BCG, Pentavalente e pneumocócica 10 valente.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.