BEREU NEWS

Deputado acusa prefeitura de usar Limpurb para favorecer Neto

Em vídeo que viralizou, servidor diz que foi orientado a preservar material de ACM Neto e retirar do PT

O deputado Robinson Almeida (PT) acusou a gestão do prefeito Bruno Reis (UB) de abuso de poder político em favor da campanha de ACM Neto (UB) ao obrigar servidores a promover a retirada de material de campanha dos candidatos do PT ao governo do estado e à presidência da República, Jerônimo Rodrigues e Lula, das ruas de Salvador. A capital baiana tem como prefeito Bruno Reis (UB), que foi vice de Neto, enquanto chefe do Executivo Municipal. 

Um vídeo que viralizou na internet flagra um funcionário da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) retirando propagandas do PT de um bairro da capital baiana. Na gravação o trabalhador informa que apenas cumpre ordens e que a determinação seria recolher o material dos candidatos do PT ao governo da Bahia e ao Palácio do Planalto. "Eu sou funcionário, sou mandado", afirma. 

O fato viola Lei Federal de nº 9.504/1997. Ela diz, no Art. 73, que agentes públicos, servidores ou não são proibidos de realizar ações que possam afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais. 

O deputado Robinson Almeida (PT) acusou a gestão do prefeito Bruno Reis (UB) de abuso de poder político em favor da campanha de ACM Neto (UB) ao obrigar servidores a promover a retirada de material de campanha dos candidatos do PT ao governo do estado e à presidência da República, Jerônimo Rodrigues e Lula, das ruas de Salvador. A capital baiana tem como prefeito Bruno Reis (UB), que foi vice de Neto, enquanto chefe do Executivo Municipal.

“Os trabalhadores estão sendo acuados, obrigados a retirar material do PT, de Jerônimo e Lula, e preservar o de ACM Neto, numa ação orquestrada e planejada pela gestão municipal. É muito grave”, afirmou o petista.  

“O prefeito Bruno Reis fez da prefeitura de Salvador um comitê de campanha do ex-prefeito. É muito grave, irregular, o abuso do poder político com a utilização da prefeitura para favorecer esse candidato. Isso deixa claro também que estão desesperados com a derrota que terão”, criticou o deputado.  “Não sabem separar o público do privado. Essa prática, típica da velha política, desrespeita a legislação e é rejeitada pelos baianos”, endossou o parlamentar.  

As denúncias já foram encaminhadas ao Ministério Público Eleitoral. Há menos de 10 dias o Tribunal Regional Eleitoral já havia punido ACM Neto por usar a Prefeitura para fazer campanha. 

Outro caso

Conforme noticiado pelo Portal no dia 22 de outubro, um supervisor da Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador) foi flagrado ordenando a retirada de imagens do PT na orla da Barra. O agente estava fiscalizando a ação realizada por um funcionário da Limpurb. O flagra foi gravado por um cidadão repórter e encaminhado à redação.

Nesta sexta-feira, 21, o presidente da Limpurb, Omar Gordilho, compartilhou em suas redes sociais um vídeo, no qual uma pessoa cola adesivos da campanha de ACM Neto (União Brasil), em postes de via pública. A publicação comemorava a ação pelas ruas da capital baiana.

O vereador e Coordenador da Campanha de Jerônimo e Geraldo Júnior na capital baiana, Henrique Carballal, denunciou o uso da Limpurb para favorecer ACM Neto na disputa pelo governo da Bahia.

A tarde

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS
BEREU NEWS