Header Ads

Impedido de concorrer no Rio, Gabriel Monteiro comemora eleição do pai e da irmã: 'Deus venceu'


Roberto e Giselle Monteiro concorriam para deputado federal e estadual, respectivamente.

Com mais de 6 milhões de seguidores no YouTube e outros tantos nas redes sociais, o ex-vereador Gabriel Monteiro mostrou que ainda é um nome forte na política fluminense e conseguiu vontação expressiva para o pai, Roberto Monteiro, para deputado federal, e a irmã, Giselle Monteiro, para deputada estadual.

Na noite deste domingo (2), ao final da apuração das urnas, ele comemorou com um vídeo em suas redes sociais. 

"Foi a campanha mais rápida do Rio de Janeiro. Meu pai teve 15 dias de campanha. Minha irmã um pouco mais que isso. Políticos vagabundos que acharam que tinham acabado com a minha carreira, podem esperar: vamos virar um trio de fiscalizadores. A Justiça vai reconhecer que fui convardemente retirado de lá. E parceiro, pode esperar o que vou fazer com os corruptos e funcionários fantasmas. Deus venceu", disse.

 

 

'Trio fiscalizador'

Gabriel, que pretendia ele mesmo se eleger deputado federal antes de ter o seu cargo de vereador cassado no Rio de Janeiro, indicou o pai para a vaga e fez campanha para ele como sendo alguém que continuaria seu "legado fiscalizador" em Brasília.

A irmã Giselle Monteiro já vinha sendo trabalhada como o seu olho na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro desde o início da campanha. Com a saída de Gabriel do pleito, seu nome ganhou mais ênfase para continuar as propostas de Gabriel no Rio de Janeiro até que ele "pudesse voltar" - palavras

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.