Header Ads


Professora diz ter sofrido ataque de bolsonaristas: "Quero que você morra"


A professora é conhecida por tratar assuntos como feminismo, bioética e também é defensora da descriminalização do aborto

A pesquisadora e professora da Universidade de Brasília (UnB) Débora Diniz compartilhou em seu Instagram “prints” de suspostas ameaças que ela teria sofrido de bolsonaristas após o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) divulgar uma reportagem sobre ela. 

Nas imagens publicadas por Débora – que é conhecida por tratar assuntos como feminismo, bioética e também é defensora da descriminalização do aborto –, é possível ver mensagens em que uma mulher a xinga de “vadia de merda”. “Eu quero que você morra, desgraça. Espero que você seja estuprada por um monte de caras imundos”, continua as mensagens.

foto

foto

A pesquisadora, que em 2018 já sofreu ameaças de morte de grupo de extrema-direita, disse que não vai “suportar uma democracia em que pessoas ameaçam outras de morte”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.