Header Ads

Com recorde de Cristiano, Portugal vence Gana em estreia na Copa

       Reprodução


 Seleção europeia aplica 3x2 em rival e vira líder do Grupo H

A seleção de Portugal começou com o pé direito a Copa do Mundo do Catar. A equipe estreou com vitória por 3x2 sobre Gana, na tarde desta quinta-feira (24), no estádio 974, em Doha. O jogo, válido pelo Grupo H, ainda teve quebra de recorde de Cristiano Ronaldo, que se tornou o primeiro jogador a marcar em cinco edições do Mundial.



CR7 abriu o placar, convertendo um pênalti polêmico e alcançando seu oitavo gol pela seleção lusitana em Copas. João Félix e Rafael Leão também anotaram para Portugal, enquanto Ayew e Bukari descontaram para os ganeses. 

Com o resultado, a seleção europeia assume a liderança do Grupo H, já que Uruguai e Coreia do Sul empataram mais cedo. Portugal volta a entrar em campo na segunda-feira (28), às 16h, para encarar os uruguaios. No mesmo dia, às 10h, a Gana encara a equipe coreana.

A seleção portuguesa ditou o ritmo de jogo, mantendo a posse de bola ao longo do primeiro tempo. Mas encontrava dificuldade para furar a retranca ganesa na etapa. A primeira grande chance aconteceu aos 9 minutos, quando Bruno Fernandes aproveitou vacilo rival e Cristiano Ronaldo foi acionado. Só que o 'robozão' não conseguiu dominar a bola, e parou no goleiro Ati.


CR7 voltou a levar perigo aos 12 minutos, após cobrança de escanteio. Guerreiro alçou a bola na área, Cristiano subiu mais alto que todo mundo, e cabeceou, mas mandou para a linha de fundo. O astro até balançou as redes aos 30 minutos, mas o gol não valeu.

Aos 19 minutos do segundo tempo, CR7 conseguiu deixar o dele. O camisa 7 foi acionado na área e caiu na disputa com Salisu. O árbitro Ismael Elfath marcou um pênalti duvidoso, e o craque aproveitou. Bateu com firmeza, abriu o placar e fez história.

Atrás no marcador, Gana não desistiu. Aos 27 minutos, a equipe conseguiu o empate: Kudus invadiu a área e cruzou para André Ayew, que apareceu entre os zagueiros e fez o 1x1.


O resultado não durou muito tempo. Aos 32, Bruno Fernandes avançou pelo meio e deu passe para João Félix tocar na saída de Ati. Dois minutos depois, Rafael Leão bateu cruzado e ampliou a vantagem portuguesa.

Com o 3x1, o técnico Fernando Santos tirou Cristiano Ronaldo, João Félix e Bernardo Silva de campo. Gana ainda conseguiu fazer mais um gol aos 44, com Bukari, mas não conseguiu impedir a derrota.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.