Header Ads

Misericórdia: Adolescente tira a própria vida em Conceição do Jacuípe


Uma jovem de apenas 15 anos, identificada como Maria Clara V.S, tirou a própria vida na madrugada desta quarta-feira (16/11), na localidade do Joel Caetano, em Conceição do Jacuípe.

De acordo com informações enviadas ao Portal BN, a adolescente fez uso de uma corda para consumar o ato na varanda de sua residência. 

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionada para remover o corpo. A Polícia Militar também esteve no local.

No mês de junho deste ano, Clara completou idade nova, e celebrou a vida. As razões do suicídio ainda não foram esclarecidas.


OUTRO CASO

Na madrugada desta terça-feira (15/11), um feirante apelidado como Neinho das frutas, também cometeu suicídio em Conceição do Jacuípe. O caso ocorreu no centro do município, nas proximidades da rodoviária.

A Polícia Civil segue investigando a motivação do incidente.


PRECISAMOS FALAR SOBRE SUICÍDIO

O Portal Bereu News iniciou a Conferência sobre a prevenção do suicídio, justamente para quebrar o tabu e alertar a população sobre a importância de falar sobre o assunto, pois não deve ser tratado com frescura.

Pensamentos suicidas podem surgir quando uma pessoa se encontra em um profundo estado de desesperança. Relatos levam a crer que eles aparecem de repente, como se tivessem vida própria, e permanecem em nossa mente até encontrarmos uma maneira de expulsá-los. 

Na maioria dos casos, a existência desse tipo de pensamento só é percebida quando eles se tornam mais recorrentes. Em outros, a pessoa os vê como normais, já que convive com isso há muito tempo. 

De fato, o aparecimento de pensamentos suicidas é um forte indicativo de que precisamos procurar ajuda, pois algo está errado em nossa vida. A sua origem, no entanto, é de difícil identificação. Esses pensamentos podem ser fruto de diversas circunstâncias diferentes, por isso, o tratamento é complexo e multifacetado. 

Felizmente, independente da situação, é possível combatê-los e fazer a prevenção. 


Características dos pensamentos suicidas

Quando estamos com dificuldades, automaticamente estamos mais sujeitos a nos entregar para pensamentos negativos. A maneira como pensamos exerce grande influência sobre nós. Notamos apenas os problemas e nos preocupamos constantemente com o cenário catastrófico que criamos em nossa mente. 

Com o passar do tempo, esses pensamentos se tornam naturais. A cada dia, dedicamos mais e mais tempo para contemplá-los, especialmente quando algo ruim acontece em nossas vidas. Na verdade, sentimos até um pouco de conforto em pensar de forma negativa. 

É assim que eles evoluem para pensamentos suicidas. A constante negatividade, baixa autoestima, preocupação, ansiedade,entre outros sentimentos que nos ferem, abre caminho para doenças e transtornos psiquiátricos. 

Por conta dessa inconformidade com a vida e, possivelmente, impotência para mudá-la, surge o desejo de morrer. Assim, pensamentos como “a vida não vale a pena” ou “não há nada que posso fazer para mudar”, bem como planos para tirar a própria vida se manifestam. Eventualmente, esse comportamento autodestrutivo pode levar ao suicídio.

Entretanto, ao mesmo tempo em que há o desejo de morrer, a vontade de viver conforme as suas próprias expectativas também existe. Pode-se dizer, então, que os pensamentos suicidas idealizam uma fuga e não a morte, necessariamente. 


Como combater os pensamentos suicidas?

Uma vez identificada a origem da infelicidade, você pode começar a observar os pensamentos suicidas e combatê-los. 

Para isso, existem 7 dicas:

  • Admita que você pode ter um problema;
  • Aceite que há solução para seu problema;
  • Não se deixe levar pelos pensamentos
  • Deixe o medo e a vergonha de lado;
  • Cultive bons hábitos;
  • Compartilhe seus problemas;
  • Procure ajuda profissional.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.