Header Ads


Padre é preso por fazer sexo a três em cima de altar; entenda o caso


Um padre foi preso após fazer sexo a três com duas mulheres, que seriam prostitutas, em cima do altar na Igreja Católica de São Pedro e São Paulo. O templo fica localizado em Pearl River, no estado de Luisiana, Estados Unidos. 

O ex-membro da Igreja, Travis Clark, recebeu uma pena de três anos de prisão e cumprirá em liberdade condicional supervisionada. O sacerdote, de 39 anos, terá de pagar uma multa de mil dólares (cerca de R$5,4 mil). 

De acordo com o jornal New York Post, uma pessoa que passava pela rua e percebeu a igreja com as luzes acesas. A testemunha, ao olhar pela janela, viu o padre seminu fazendo sexo com duas mulheres no altar.

A polícia, ao chegar no local, encontrou uma câmera montada em um tripé, gravando a cena. As duas mulheres que estavam na companhia de Clark, e estão em liberdade condicional, são prostitutas que foram pagas pelo sacerdote para participar do vídeo. 

Brinquedos sexuais e itens de iluminação de palco também foram encontrados no local, de acordo com investigadores, que informaram que o ocorrido foi consensual. Na ocasião, os três foram presos sob a acusação de obscenidade, porque estavam à vista do público.

Mindy Dixon e Melissa Cheng se declararam culpadas e foram condenadas a dois anos de prisão. Na véspera da gravação, Dixon teria publicado em suas redes sociais que iria “contaminar a casa de Deus”.

O altar “profanado” foi queimado e Clark deve pagar uma restituição à igreja no valor de 8 mil dólares.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.