Header Ads

Revendedores lamentam desabastecimento de gás em Feira de Santana



Em um ponto de venda, o local passou o final de semana fechado por falta de estoque. Desde o início do mês de novembro que o desabastecimento de gás de cozinha está afetando o comércio de muitos revendedores em Feira de Santana. 

O mesmo caso está acontecendo na região sul e sudoeste da Bahia, nas cidade de Itabuna e Vitória da Conquista, e segundo o portal g1, a Acelem, empresa que opera a refinaria responsável pelo fornecimento de gás de cozinha na Bahia, algumas unidades de refinaria estão passando por manutenção programada.


Silvio Lima é proprietário de duas revendedoras no município de Feira, uma localizada no bairro Mangabeira e outra no bairro Gabriela.  Ao Acorda Cidade, ele contou que o ponto de venda na Gabriela, só possui 18 botijões para venda.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Ultimamente estamos sentindo um pouco de dificuldade nessa questão do reabastecimento. Outras lojas aqui da cidade fecharam no último final de semana porque realmente não tinham nenhum botijão para vender, e nós estamos por enquanto ainda trabalhando porque tem estoque, mas eu por exemplo que tenho outra unidade na Gabriela, lá só tem 18 botijões, e se não chegar uma nova remessa ainda na manhã de hoje, e terminar todo o estoque, no período da tarde já não funciona mais”, explicou. De acordo com o proprietário, por conta da falta de reabastecimento, até a venda está sendo restrita.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Infelizmente a gente não está atendendo aquele cliente que compra em grande quantidade, que quer levar três, quatro botijões por vez. Tivemos que restringir essa venda, então no máximo são dois botijões por pessoa. A pessoa que retira o botijão aqui na portaria paga o valor de R$ 107, se for entrega, esse valor já aumenta para R$ 120, tudo isso em espécie, mas se for cartão de crédito, tem aumento também”, informou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.