Simone Tebet diz a aliados que aceita ser ministra do Meio Ambiente

   Créditos da foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
 

Lula, porém, teria uma condição para a presença da senadora na gestão da pasta: a participação de Marina Silva (Rede) como autoridade climática

Simone Tebet diz a aliados que aceita ser ministra do Meio Ambiente

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), garantiu para lideranças do MDB a presença de Simone Tebet (MDB) na Esplanada em janeiro. Cotada, inicialmente, para o Ministério do Desenvolvimento Social, que acabou sendo destinado a Wellington Dias (PT), Tebet acenou interesse pelo Meio Ambiente, segundo aliados. 


Lula, porém, teria uma condição para a presença da senadora na gestão da pasta: a participação de Marina Silva (Rede) como autoridade climática, que passaria a ter status de Ministério. Aliados do presidente pressionam as duas políticas para que haja uma dobradinha entre elas no comando. 

À principio, a senadora era enfática sobre não aceitar um convite para uma pasta cobiçada por Marina, de quem se tornou amiga na campanha eleitoral. Nesta quinta-feira (22/12), no entanto, ela teria afirmado a interlocutores que toparia a parceria. Aliados de Tebet entendem, porém, que a senadora também aceita ir para o Meio Ambiente se Marina recusar qualquer cargo no governo, mas deixar o caminho aberto para a emedebista.


Simone Tebet é tida como um nome que, se indicado para o Ministério do Meio Ambiente, agradaria ao mercado. Marina, por sua vez, tem apoio de toda a área ambiental e era tida como a favorita para a pasta.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.