Header Ads


Suspeito de invadir apartamento no bairro Mangabeira e matar ex-companheira é preso


Policiais da Delegacia de Homicídios (DH) prenderam, na manhã desta segunda-feira (5), Andel Roberto Batista dos Santos, 48 anos, natural de São Sebastião do Passé. Ele é suspeito de ter matado Deliane Ferreira dos Santos, na manhã de domingo (4).

O crime ocorreu em um dos apartamentos do bloco 9 do Residencial Iguatemi I, no bairro Mangabeira, em Feira de Santana. O corpo da vítima foi removido da residência somente durante a tarde do domingo, após vizinhos terem acionado a Polícia.

Segundo informações coletadas no local no dia do homicídio, o suspeito teria invadido o apartamento da vítima, violando a janela com uma barra de ferro. Após ele entrar no imóvel, moradores do Residencial ouviram gritos de Deliane. Em seguida, o homem fugiu, saindo pelo mesmo local por onde entrou e fugiu pelos fundos do condomínio, em direção ao bairro Agrovila, onde reside.

De acordo com o delegado titular da DH, Rodolfo Faro, foram realizadas também diversas denúncias anônimas através do 190 da Polícia Militar, o que colaborou para a prisão em flagrante do acusado.

“Quando existe a contribuição da sociedade, no sentido de realizar denúncias, a gente consegue lograr êxito de maneira tão rápida, como ocorreu neste crime. Chegaram denúncias ao Cicom através do 190 e foram encaminhadas para a Delegacia de Homicídios logo nesta manhã. Iniciamos as diligências, no sentido de apurar o que foi denunciado. Esse suspeito foi identificado como uma pessoa que tinha uma relação amorosa com a vítima e que teria na noite anterior ao crime discutido com ela por questões de ciúmes”, informou o delegado.

Conforme Rodolfo Faro, a briga na noite anterior ao crime se deu porque o suspeito soube através de um amigo que a vítima estaria no apartamento com outra pessoa, a qual ainda não foi identificada. Mesmo não tendo encontrado o suposto companheiro no apartamento, houve a discussão e ele teria realizado diversas ameaças.

“Nele havia uma lesão proveniente de uma facada no antebraço esquerdo, o que denota a possibilidade de ele ter se defendido de uma agressão. Com base nas denúncias e informações existentes de familiares, ele havia feito algumas ameaças à vítima, e deliberamos pela lavratura do flagrante. Ele nega envolvimento no crime, apesar de ter confessado ter ido à casa da vítima na noite anterior à madrugada onde ocorreu o delito e discutido por ciúmes, e a teria empurrado. Ele confessa que saiu do local e foi até um bar durante toda a madrugada. Neste período, supostamente acabou sendo esfaqueado no braço por um desconhecido”, contou Faro.

O delegado disse que as denúncias batem com todas as características físicas do suposto autor e o local de fuga empreendido por ele foi em direção à própria residência, na Agrovila.

“A gente também tem esse indício de que o autor do delito fugiu em direção à Agrovila, onde reside, que fica a 100 metros de distância da vítima. Ele fugiu por uma saída localizada nos fundos do condomínio em um buraco no muro, que foi o caminho utilizado pelo autor. Ele nega ter praticado qualquer coisa além do empurrão, e agora a polícia busca através de perícias localizar mais vestígios que comprovem o envolvimento do mesmo no crime. Além disso, ele responde a um inquérito por lesão corporal mediante faca, pois esfaqueou um indivíduo na cidade de Salvador”, acrescentou o titular da DH.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.