Caso Roberto: Mulher confessa assassinato e afirma que agiu em legítima defesa


Marta Jesus da Silva Celestino, 31, confessou que matou o marido Roberto dos Santos Pinheiro, em legítima defesa. Roberto Eletricista, como era popularmente conhecido, foi assassinado a golpes de faca na noite deste domingo (22/1), no distrito do Bessa.

De acordo com informações encaminhadas ao Portal Bereu News, a acusada se apresentou na Delegacia Territorial de Conceição do Jacuípe na manhã desta quarta-feira (25/1), na presença do advogado.

Marta alegou que seu ex-companheiro era agressivo, e no dia do ocorrido chegou em casa alcoolizado. Ela relata ainda, que foi agredida no rosto e ameaçada de morte, como Roberto estava em posse de uma faca ambos entraram em luta corporal, ação esta que resultou na morte da vítima.

Segundo o delegado Marcos Veloso, o casal convivia maritalmente há oito anos e possuía um relacionamento marcado por um histórico de violência doméstica e familiar. 

A Polícia Civil segue aguardando o laudo pericial para conclusão do inquérito policial.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.