Homem é preso suspeito de manter namorada acorrentada em casa


Um homem foi preso pela Polícia Civil (PC) sob a acusação de manter a mulher em cárcere privado dentro de uma casa em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo as investigações da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu, ele chegou a manter a vítima acorrentada para que não fugisse da casa onde viviam.

Welisson dos Santos Pires foi preso em flagrante. A jovem, de 27 anos, não teve o nome divulgado. A mulher morava em Natal, no Rio Grande do Norte, e mudou de estado para viver com ele, com a promessa de que teria um casamento feliz.

“A vítima foi atraída com a visão de que ia ter uma vida com um homem carinhoso, um homem atencioso, que era romântico na internet. Quando chegou aqui, ela viu um homem agressivo, que a agredia o tempo todo, possessivo e que não a deixava trabalhar. Ele não a deixava manter contato com os seus familiares. Quando ela resolveu romper o relacionamento, ele a trancou dentro de casa, quebrou o celular e acabou com qualquer contato dela com o mundo externo”, detalhou a delegada Mônica Areal.

Os investigadores afirmam que a vítima passou a ser mantida acorrentada na casa de Welisson. Ela só foi encontrada depois de uma semana presa. Welisson foi preso por lesão corporal, cárcere privado e violência psicológica.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.