Header Ads


Mulher é assassinada enquanto caminhava em rua da Mangabeira


Uma mulher foi assassinada a tiros, na manhã deste domingo (22), por volta das 6h50, na Rua Cordeirópolis, bairro Mangabeira, em Feira de Santana.

Segundo informações de moradores, a vítima caminhava sentido Avenida Iguatemi, e ao passar pelos fundos do Residencial Mangabeira, foi abordada por dois jovens, a bordo de uma bicicleta, que deflagraram vários tiros.

Após a ação, um dos atiradores seguiu de bicicleta em direção ao Conjunto Cordeirópolis e o outro entrou uma rua transversal, próximo ao local do homicídio.  

Os tiros assustaram os moradores da rua, que correram para se proteger pensando se tratar de um tiroteio.

Uma moradora, que não quis se identificar, contou que a vítima passava todos os dias pela rua onde foi assassinada. Próximo ao local do crime há várias câmeras de segurança.

Lei do Silêncio

De acordo com a delegada Dorean dos Reis Soares, os tiros atingiram a vítima nas costas, pescoço e rosto.

Segundo ela, os moradores do local não quiseram passar informações sobre o fato e muitos disseram que não a conheciam.

“Aqui impera a Lei do Silêncio, mas foi levantado no local que dois homens seriam os autores deste homicídio que ocorreu agora pela manhã em Feira de Santana. As pessoas da localidade dizem que não a conhecem. Foram vários tiros nas costas, pescoço e rosto. Provavelmente, ela estava sozinha. Só as investigações é que vão poder nortear, identificar a vítima, conversar com os familiares, e fazer as ações necessárias para elucidar este homicídio. Ela é uma morena, jovem, estava trajando short e um casaco azul”, descreveu a delegada.


Ainda conforme a delegada, a princípio o crime não poderá ser qualificado como feminicídio.

“O feminicídio é uma qualificadora do homicídio. Para existir isso, tem que haver um relacionamento ou familiaridade entre vítima e autor, então precisamos definir a autoria”, explicou Dorean dos Reis.

Com este assassinato, sobe para 33 o número de homicídios em janeiro, em Feira de Santana, sendo este o quinto registrado no bairro Mangabeira neste mês.


Acorda Cidade 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.