BEREU NEWS

PM suspeito de matar indígenas na Bahia permanece calado em depoimento

Foto: Divulgação/SSPAlberto Maraux

 

Ele foi preso depois de se apresentar à Polícia Civil, acompanhado de dois advogados, em Teixeira de Freitas

O policial militar suspeito de matar dois jovens indígenas no município de Itabela foi interrogado na noite de quinta-feira (30) e permaneceu calado. Ele foi preso depois de se apresentar à Polícia Civil, acompanhado de dois advogados, em Teixeira de Freitas. 

Identificado como Laércio Maia Santos, de 31 anos, o policial militar prestava serviço de segurança privada na região no dia do crime. Ele é suspeito de matar os indígenas Nawir Brito de Jesus, 16 anos, e Samuel Cristiano do Amor Divino, de 21, no dia 17 de janeiro.

Após ser preso, ele foi transferido para Eunápolis, onde prestou depoimento. Agora, ele deve ser encaminhado ao Batalhão de Choque da PM, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, onde vai ficar custodiado. 

O militar estava sendo procurado por equipes da Força Integrada (FI) de Combate a Crimes Comuns envolvendo Povos e Comunidades Tradicionais. No último sábado (28), a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) anunciou que já havia identificado o suspeito.

Em um imóvel utilizado pelo suspeito na na zona rural de Porto Seguro, a polícia havia apreendido armas, celulares, rádios comunicadores, entre outros dispositivos eletrônicos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS

Publicidade 3