BEREU NEWS

Dupla de irmãs é presa suspeita de chefiar esquema de exploração sexual em Terras Yanomamis


 

Dupla de irmãs foi presa após diligências de Operação deflagrada pela Polícia Federal

Duas irmãs foram presas acusadas de participação em um esquema de exploração sexual, inclusive de menores de crianças e adolescentes, direcionado a garimpeiros ilegais no território indígena Yanomami, em Roraima.

As mulheres presas foram identificadas como Francisca de Fátima Guimarães Gomes e Marilene Guimarães Gomes. Elas foram encaminhadas hoje para a Cadeia Pública Feminina de Boa Vista, segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima. O marido de uma delas também teve mandado de prisão expedido, mas está foragido.

Segundo a PF, o esquema funcionava com início na internet, com suspeitos utilizando perfis falsos em redes sociais para oferecer trabalhos às mulheres na região de garimpo ilegal. As promessas incluíam prostituição. Um motorista as buscava e as levava até uma pista de voo clandestina para serem transportadas de avião para a área do garimpo.

Os criminosos cobravam as mulheres pelo transporte -que seria de até R$ 10 mil-, o que gerava uma "dívida" com a organização criminosa.

As vítimas chegavam a realizar até 15 programas por noite na tentativa de quitar essas "dívidas". A investigação teve início depois que uma adolescente de 15 anos que seria vítima de exploração sexual em garimpos da região foi resgatada pela PF na semana passada.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2