BEREU NEWS

Americano interrompe encontro, mata ‘flanelinha’ e volta como se nada tivesse acontecido

Homem ficou irritado por ter sido enganado por falso manobrista


Um homem de 29 anos foi preso após matar um falso manobrista durante um encontro. O caso aconteceu em Houston, no Texas, Estados Unidos.

De acordo com as autoridades locais, Erick Aguirre ficou irritado ao descobrir que foi enganado por um homem que se passou por manobrista de um estacionamento e aplicou um golpe nele, cobrando US$ 40 dólares para guardar os veículos.

Erick estava em um encontro com uma mulher e, ao saber que foi enganado, pediu licença à moça, foi até o veículo, buscou uma arma e matou o falso manobrista, identificado como Elliot Nix, de 46 anos, com um tiro nas costas. Em seguida, o atirador voltou ao restaurante e retomou o encontro como se nada tivesse acontecido.

Segundo informações do jornal Washington Post, Erick disse que estava tudo bem para a mulher e os dois seguiram jantando. Dias depois, a polícia de Houston divulgou fotos coletadas pelo sistema de vigilância no noticiário local, a mulher reconheceu Erick e o entregou.

Assustada, ela disse ter ficado "chocada ao ver uma foto sua no noticiário e ao saber que ela era uma pessoa de interesse" na investigação, disse seu advogado Rick DeToto ao Washington Post.

Ele informou ainda que a mulher se apresentou voluntariamente à polícia depois de ver as fotos e prestou depoimento. “Ela estava simplesmente jantando com o réu e não sabia do tiroteio”, disse.

O golpe 

Segundo relatos da mulher, ela e Aguirre chegaram de carro no restaurante Rodeo Goat, e Elliot disse ser um manobrista. Ele pediu o dinheiro ao casal para cuidar dos carros e disse que se eles voltassem com um recibo do restaurante, o valor seria reembolsado. O restaurante, no entanto, informou que Elliot era, na verdade, um "conhecido golpista de estacionamento".

Testemunhas disseram que foi ouvido um único tiro e, após o crime, Erick saiu “caminhando despreocupadamente de volta para o carro com a arma na mão”.

Ele, então, deixou a arma de volta no veículo e voltou para o jantar. Embora tenha dito para a mulher que estava tudo bem, ele teria começado a "parecer desconfortável” por estar lá e, por isso, eles foram embora.

Elliot chegou a ser levado para um hospital próximo, mas foi declarado morto ao chegar ao local. 

Erick foi preso no condado de Aransas, Texas, a cerca de 321 km de Houston. Segundo informações do Washington Post, ele já tem passagem pela polícia por, em 2017, ter sido acusado de uma agressão agravada por uso de uma arma letal.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2