BEREU NEWS

Morre trans que teve corpo queimado por companheiro em Itabuna


Aos 44 anos, a vítima teve falência múltipla de órgãos na madrugada deste sábado e estava em coma após o episódio, além de ter 30% do corpo queimado

Morreu neste sábado (1/4), Karla Santos, a cabeleireira transexual queimada pelo ex-companheiro no último dia 11 de março, na cidade de Itabuna, que fica a 436 km de Salvador. A informação foi confirmada pela mãe da vítima.

Você viu? Guarda Municipal e PM recuperam material furtado de loja no centro de Conceição do Jacuípe

Segundo dona Lucineia, Karla, que estava internada no Hospital Geral do Estado (HGE) após o crime. Aos 44 anos, a vítima teve falência múltipla de órgãos na madrugada deste sábado e estava em coma após o episódio, além de ter 30% do corpo queimado.

O ex-companheiro, identificado como José Carlos, foi preso em flagrante e deve responder por feminicídio. No dia do crime, Karla acompanhava o pai no Hospital Luis Eduardo Magalhães, quando José a contatou, pedindo que o encontrasse do lado de fora da clínica. José jogou álcool no corpo da vítima e ateou fogo em seguida.

De acordo com a familiar, a filha teve parte da face, cabeça, abdômen, braços e costas queimados. O relacionamento com o agressor era de aproximadamente 22 anos, entre idas e voltas. Ela relata ainda que o ex-genro era usuário de drogas e tinha um “comportamento agressivo”.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2