BEREU NEWS

Ex-funcionário de loja denuncia gerente por homofobia e agressões físicas em Salvador



Baiano afirma que trabalhou durante 14 anos, na empresa, e nos últimos cinco passou a sofrer constantes ataques homofóbicos por parte do gerente do estabelecimento.

Um influenciador digital, conhecido como Baiano, denunciou em suas redes sociais que sofreu crime de homofobia, além de ter sido agredido fisicamente pelo gerente de uma loja de móveis que fica na orla de Salvador, local onde a suposta vítima trabalhava.

Baiano afirma que trabalhou durante 14 anos, na empresa, e nos últimos cinco passou a sofrer constantes ataques homofóbicos por parte do gerente do estabelecimento. Em vídeo, ele relatou que o caso mais recente aconteceu no dia 26 de abril, quando sofreu agressões físicas.

“O gerente por muitas vezes me chamou de “florzinha”, “maricas”, dentre outros termos com cunho homofóbico. Eu enviei e-mail para a diretoria da empresa para sinalizar o ocorrido, mas nenhuma atitude foi tomada. Diante da inércia da empresa e dos constrangimentos diários, registrei ocorrência junto ao Ministério Público do Trabalho”, publicou.
 

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2