Jovem abusada por cinco homens já havia sofrido outro estupro coletivo, diz família


Segundo a Polícia Civil, os suspeitos já foram identificados e vão prestar depoimento na próxima terça-feira (25/7)

Jovem abusada por cinco homens já havia sofrido outro estupro coletivo, diz família

A jovem de 23 anos que foi estuprada por um grupo de cinco homens no município de Planaltino, no sudoeste da Bahia, havia sido abusada sexualmente outra vez, segundo a família da vítima. O primeiro crime teria acontecido, de acordo com os familiares, há cerca de um mês.

Conforme a apuração do Aratu On, os crimes foram praticados pelos mesmos indivíduos, mas isso ainda não foi confirmado. Segundo a Polícia Civil, os suspeitos já foram identificados e vão prestar depoimento na próxima terça-feira (25/7).

Além dos estupros, a jovem teria sido amarrada e espancada. Há a suspeita, ainda, de que ela possa ter sofrido outros abusos, com início há aproximadamente um ano. Ainda conforme a apuração, entre os envolvidos na ação, estaria o filho de um vereador de Planaltino.


PROTESTOS

Nas ruas da cidade, na manhã desta quinta-feira, foram realizados protestos, organizados pela secretária de Assistência Social e Cidadania do município, Noilda Silva Nunes. Placas e cartazes contra a violência às mulheres foram exibidas.


ESTUPROS AUMENTARAM NA BAHIA

Conforme dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, nesta quinta-feira (20/7), 4.558 pessoas foram vítimas de estupro na Bahia, em 2022. Isso dá uma média de 12,48 casos por dia.

Se comparado a 2021, que teve 3.889 registros, o crescimento foi de 32,2%. A Bahia é o quinto estado com mais ocorrências, atrás de São Paulo (12.615), Pará (6.648), Rio de Janeiro (5.627) e Rio Grande do Sul (5.193).

Postar um comentário

0 Comentários