Policial civil da Bahia recebe voz de assalto, assiste crime e atira em um dos criminosos


O policial civil disse à dupla que não tinha aparelho, mas agiu rápido após assistir crime

Um investigador da Polícia Civil foi abordado por uma dupla de assaltantes, composta por um tio e sobrinho, na manhã de segunda-feira (31), na cidade de Barreiras, localizada no oeste baiano. Durante o crime, um dos suspeitos foi atingido por um disparo efetuado pelo agente policial.

Conforme informações dos sites locais, o investigador foi surpreendido pelos criminosos por volta das 11h, enquanto caminhava pela Rua Padre Alfredo Hasler, no bairro Vila Regina. Os assaltantes exigiram que o policial entregasse seu telefone celular, mas ele alegou que não estava com o aparelho e que morava nas proximidades.

Diante da resposta do policial, o tio e o sobrinho desistiram de roubar o agente, porém, em seguida, abordaram duas mulheres, que tiveram seus pertences roubados. O investigador, testemunhando o crime, entrou em seu veículo, deu uma volta no quarteirão e se posicionou em uma rua próxima, aguardando a chegada dos assaltantes.

Ao dar voz de prisão à dupla, um dos suspeitos tentou escapar, mas o agente policial disparou um tiro em direção à perna dele. O homem atingido estava portando um simulacro de pistola calibre .40.

O investigador deteve o assaltante ferido e recuperou três celulares roubados. A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, e o homem ferido foi socorrido e levado para o Hospital do Oeste (HO) para receber atendimento médico. No momento, o estado de saúde dele permanece desconhecido.

Postar um comentário

0 Comentários