BEREU NEWS

Reitora da Uefs responde sobre a falta de professores na instituição


Na semana passada, estudantes denunciaram a falta de professores no curso de Psicologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Na segunda-feira (21), alunos de outros cursos também se uniram para realizar uma manifestação na reitoria da unidade sobre a mesma problemática. Em torno, faltam 136 docentes nos cursos de Psicologia, Química, Medicina e Física.  

Sobre o assunto, a reitora da universidade, Amali Mussi, confirmou que há déficit de professores no quadro da instituição.

Ela explicou que as vagas já estão em tramitação para serem ocupadas e que agora aguarda um retorno dos processos com o estado. Ela disse também que já há a convocação de professores aprovados, seleção de novos docentes substitutos e que um novo concurso está sendo estudado, totalizando assim, 105 vagas para serem ocupadas.  

“Realmente nós estamos com falta de professores, fizemos processos para a contratação e já foi aprovado pelo governo. Não é problema de orçamento, nós temos para contratar esses professores, a seleção já passou por todas as fases e se encontra para ser publicada a autorização” explicou Amali. 

Em entrevista, alunos do curso de psicologia denunciaram que, atualmente, contam com apenas 22 professores, sendo que para a grade está completa, seria necessário 33. 

“A universidade sempre vai crescer e está sempre precisando revisar o seu quadro. Essa pauta acaba sendo recorrente por conta das aposentadorias, dos aumentos de curso, das demandas, mas nós sempre nos antecipamos a elas para que não ocorra a falta de professores. O que aconteceu neste semestre, porque também nós nos antecipamos, os processos foram iniciados no ano passado, mas tivemos troca de governo, de secretarias, os processos retornaram, então houve um atraso nesse sentido quando foi retornado para que eles iniciassem antes do semestre”, informou Amali. 

Para que os alunos não sejam prejudicados neste semestre, a reitora garantiu que a Uefs já está formulando um calendário especial para ser publicado. 

“Está autorizado, basta publicar. Publicando os nossos processos de convocação e contratação, vamos garantir que nesse semestre muitas das disciplinas sejam efetivas, ou seja, os estudantes terão um calendário especial com os professores que vão chegar. Nesse sentido que a nossa universidade trabalha, buscando sempre atender as necessidades que são múltiplas, diversas e que também são coletivas, porque é um processo que é construído desde a área de conhecimento que vai até as secretarias do governo, são os processos que todas as universidades passam”, concluiu a reitora. 


Fonte: Acorda Cidade 

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2