BEREU NEWS

Residência Médica da Santa Casa de Feira de Santana tem quatro novos cursos aprovados pelo MEC


Cirurgia cardiovascular, medicina intensiva, oncologia clínica e endoscopia são os novos programas que receberão médicos em formação.

Com quatro novos programas de Residência Médica aprovados pelo Ministério da Educação, a Santa Casa de Feira de Santana se consolida como o maior centro de formação da macrorregião centro-leste da Bahia. Agora, a instituição filantrópica passa a oferecer cursos em oito áreas extremamente importantes para a assistência à população.

O ato autorizativo foi publicado na terça-feira (5) no site do Ministério da Educação. Cirurgia cardiovascular, medicina intensiva, oncologia clínica e endoscopia são os novos programas que em breve receberão médicos em formação na Santa Casa. Se somam às residências em cardiologia, ortopedia, administração em saúde e clínica médica que foram implantadas no início deste ano.

Joanna Amália Dias, residente de cardiologia da Santa Casa, comemorou a aprovação dos novos programas da instituição. “É um enorme ganho para todos, pois a interação com residentes de outras áreas fomenta a discussão de casos interdisciplinares. Isto implica também na melhoria da assistência ao paciente”, atesta a médica.


Com uma equipe de excelência e atuação principalmente nas áreas da alta complexidade, a Santa Casa de Feira de Santana reúne um corpo clínico cuja experiência e formação se destaca em todo o Nordeste.


SÓLIDA EXPERIÊNCIA

Esta bagagem é enriquecida pelo acompanhamento e orientação personalizada dos preceptores que atuam nos programas. A discussão de casos clínicos reais permite aos residentes uma formação sólida que se incrementa ainda mais pelo significativo volume de pacientes atendidos e pela gama de procedimentos nas principais áreas da Medicina.

O médico Rodrigo Matos, provedor da instituição, ressalta o investimento estratégico da entidade para viabilizar a implantação das residências médicas. “A implementação dos programas de ensino impacta diretamente em todos os níveis gerenciais e assistenciais da instituição, colocando-a em posição de destaque em qualidade e produtividade”, salienta.

De acordo com o provedor, a meta inicial era implantar quatro programas de residência médica até o final de 2025, “um anseio arrojado”. “Exatamente por considerar o caráter, história e propriedades dessa instituição centenária que, ao longo da sua trajetória acumulou uma sólida experiência na área de saúde, sabíamos do grande potencial dela também no âmbito da formação”, argumenta Rodrigo Matos.


Para ele, a conquista é fruto do engajamento da gestão administrativa e da equipe médica, “além de reflexo da qualidade dos serviços e do compromisso da Santa Casa em continuar sendo uma referência em educação médica na Bahia”, ressalta o provedor.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2