BEREU NEWS

Vin Diesel é processado por agressão sexual contra mulher da equipe de Velozes e Furiosos; saiba detalhes


O ator Vin Diesel, conhecido por protagonizar a franquia de filmes "Velozes e Furiosos", foi processado por agressão sexual, em ação movida por sua ex-assistente de filmagem, que trabalhou no set de gravações do quinto volume da saga. De acordo com documentos obtidos pela TMZ, Asta Jonasson informou ter sido vítima de violência por parte do ator.

Asta alegou ter sido contratada pela One Race Films para ser a assistente do ator durante as gravações na Geórgia (EUA). Ela relatou que estava na suíte de Vin Diesel enquanto ele estava com outras mulheres e, quando a última companhia saiu, recebeu a função de levá-lo para fora do hotel St. Regis, onde estava hospedado.

No entanto, Vin Diesel teria agarrado Asta à força, apalpado seu seio e a beijado contra sua vontade. Asta afirmou ter tentado lutar para se libertar, mas o ator teria continuado com os avanços.

A ex-assistente revelou que a situação piorou quando seu agressor levantou seu vestido, tentou puxar sua calcinha e a prendeu contra a parede, agarrando sua mão e a colocando em seu órgão genital.

Asta detalhou que Vin Diesel a manteve presa na parede, chegando ao ponto de se masturbar enquanto estava pressionado contra ela. Ela compartilhou que fechou os olhos para "dissociar-se" e superar a violência do momento traumático. Após o abuso, a ex-assistente relatou que o ator puxou o short e saiu da sala, ameaçando-a ao dizer: "Ninguém pode dizer porr* nenhuma sobre isso, Asta".

Confira:

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS

Publicidade 3