Entidades emitem documento com diretrizes contra uso de rotina da cloroquina no tratamento da COVID-19 - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

19 de maio de 2020

Entidades emitem documento com diretrizes contra uso de rotina da cloroquina no tratamento da COVID-19

[Entidades emitem documento com diretrizes contra uso de rotina da cloroquina no tratamento da COVID-19]

Após a mudança não protocolo do Governo Federal para o uso de cloroquina no tratamento de pacientes com a COVID-19, três entidades científicas brasileiras se uniram para emitir um documento com diretrizes contra a indicação do medicamento em âmbito ambulatorial. 

O documento assinado pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), não recomenda o uso de rotina da cloroquina e da hidroxicloroquina, o que tem sido amplamente defendido pelo governo Bolsonaro.
A justificativa é a de que as pesquisas científicas disponíveis até o momento, mostram que o nível de confiança nos medicamentos é baixa, e são categorizados com o grau maior de risco.
“O painel de recomendações entendeu que as evidências disponíveis não sugerem benefício clinicamente significativo do tratamento com hidroxicloroquina ou com cloroquina. Houve entendimento de que o risco de eventos adversos cardiovasculares é moderado, em especial de arritmias”, diz o documento. 
Apesar de trazer o basto custo das duas medicações, o documento indica que a baixa eficiência e o risco não compensam a administração em pacientes defensor gravidade. 
Das substâncias incluídas, nenhuma apresenta um “benefício” comprovado significativo no tratamento do novo coronavírus. Mas o Oseltamivir foi recomendado para casos suspeitos de Influenza em estado grave, e a heparina em doses de profilaxia para pacientes hospitalizados com condições associadas à COVID-19.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas