Estudo de organização internacional de saúde diz que Brasil pode chegar a quase 90 mil óbitos por Covid-19 em agosto - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

26 de maio de 2020

Estudo de organização internacional de saúde diz que Brasil pode chegar a quase 90 mil óbitos por Covid-19 em agosto

Estudo de organização internacional de saúde diz que Brasil pode chegar a quase 90 mil óbitos por Covid-19 em agosto
estudo da organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), divulgado nesta terça-feira (26/5), em entrevista coletiva sobre o novo coronavírus, aponta que o Brasil pode chegar a 88.300 mil óbitos por causa da doença, em agosto deste ano. A OPAS é uma a mais antiga agência internacional de saúde no mundo, e atua como escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas.
Segundo a diretora da organização, Carissa Etienne, foi utilizado um modelo próprio de projeções diárias, que traça cenários que variam de acordo com a resposta de cada país à pandemia. 
"Na América do Sul, o Brasil, o Peru, o Chile, o Equador e a Venezuela seguem aumentando (os números de casos diários e mortes). Bolívia e Paraguai mostram uma diminuição pequena. Mas, no Brasil, o modelo informa que as mortes diárias apresentam um aumento exponencial, chegando, no dia 4 de agosto, a 88.300 mortes. É o que se projeta", afirmou a diretora. 
Carissa ainda ressaltou que dois dos três países no mundo com maior número de casos registrados do novo coronavírus se encontram atualmente nas Américas (EUA e Brasil). Na semana passada, da América do Sul, o Brasil foi o país que teve o maior número de casos durante um período de sete dias, e também houve um aumento no Peru e Chile. "Sinal de que a transmissão ainda está acelerando nesses países", explicou, complementando que, para a maioria dos países das Américas, ainda não é o momento de flexibilizar as restrições e reduzir as estratégias de prevenção.
OUTROS NÚMEROS
Já o Instituto de Métricas e Avaliação em Sáude (IHME) da Universidade americana de Washington, divulgou um estudo onde a previsão é que o Brasil supere a marca de 125 mil mortes por coronavírus, até o início de agosto.
De acordo com o diretor do instituto, Christopher Murray, para chegar às projeções, o IHME captura os efeitos das medidas de distanciamento social e as tendências de mobilidade e capacidade de testagem. O modelo é atualizado conforme os dados sobre casos, hospitalizações, mortes, testes e mobilidade, forem sendo divulgados. 

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas