Professora é demitida após dizer, em rede social, que criança de 10 anos estuprada pelo tio "deve ter sido bem paga" - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

19 de agosto de 2020

Professora é demitida após dizer, em rede social, que criança de 10 anos estuprada pelo tio "deve ter sido bem paga"

Professora é demitida após dizer, em rede social, que criança de 10 anos estuprada pelo tio "deve ter sido bem paga"
A professora Eliana Nuci de Oliveira foi demitida pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, nesta quarta-feira (19/8), após fazer publicações em uma rede social nas quais afirmava que a menina de 10 que foi estuprada e engravidou do tio foi "bem paga". Ela também chegou a questionar se houve violência no ato.
"Não foi nenhuma violência, ela já tinha vida sexual há 4 anos com este homem. Deve ter sido bem paga", escreveu a professora. Em outra publicação, ela perguntou: "criança se defende chorando pra mãe, esta menina nunca chorou porque?".
O secretário da Educação de SP, Rossieli Soares, explicou a demissão de Eliana. "É um absurdo uma profissional, que deve ser educadora e defensora da infância, afirmar que não é violência. Repúdio total a qualquer um que defenda um absurdo", disse ele.
O caso da criança de 10 anos, que foi abusada sexualmente pelo tio desde os seis, e acabou engravidando dele, ganhou grande repercussão no Brasil nos últimos dias. A situação ocorreu em São Mateus, no Espírito Santo.
Após descobrir a gravidez e o estupro, a Justiça autorizou que fosse realizado um aborto na menina, que já estava com 22 semanas e quatro dias. O hospital de Espírito Santo, no entanto, alegou não ter condições técnicas de realizar o procedimento, e ela foi levada para o Recife. A interrupção da gravidez já foi feita e a criança passa bem.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas