Além da profissão: Salvador tem PMs femininas pré-candidatas à Prefeitura e Câmara; conheça - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

8 de setembro de 2020

Além da profissão: Salvador tem PMs femininas pré-candidatas à Prefeitura e Câmara; conheça

Além da profissão: Salvador tem PMs femininas pré-candidatas à Prefeitura e Câmara; conheça

As convenções partidárias, que seguem até o dia 16 de setembro, começam a traçar a eleição de Salvador. A categoria que, ao mesmo tempo, pretende assumir o Palácio Tomé de Souza e cadeiras na Câmara é a de policial militar. Nesse momento, surgem três nomes nas prévias. A major Denice Santiago (PT) é prefeiturável. Se "jogam" ainda na política a capitã Sheila Barbosa (Avante) e a soldado Adjaneara Costa (PSD). 
Sheila tem o trabalho reconhecido por projetos à frente da corporação e ganhou prêmios. A oficial comandou, por vários anos, a Base Comunitária da Santa Cruz e pediu afastamento em abril. Ganhou visibilidade por conta das ideias à frente da unidade, que assumiu em 2015. Adjaneara, por sua vez, também já levou um prêmio por uma novidade dentro da PM da Bahia. 
O principal exemplo da oficial foi o “Inverno Quentinho” - que, com a comunidade, leva casacos aos mais pobres durante a estação mais fria do ano -. Na mesma época, foi lançado o “Muro do Futuro”, que também deixou a Santa Cruz em projeção nacional. Isso porque o entreposto de blocos que proteje a unidade foi pintado pelos próprios moradores. O muro era constantemente alvo de traficantes da localidade e, depois da ação, não foi mais atacado.
Destacam-se ainda as ideias intituladas de: “Com a Polícia vamos ao Teatro e ao Cinema, ao Museu e à Biblioteca”; “Cinema na Base” e “A Comandante na Escola”. Os projetos renderam prêmios pessoais à oficial, como a Comenda Maria Quitéria (da Câmara); o Barra Mulher e o Prêmio Maria Felipa.   
Já Adjaneara conquistou, no início de 2020, o prêmio de melhor projeto na categoria ambiental da 13ª edição do Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável, com direito a troféu e certificado. A militar ficou conhecida na corporação baiana ao utilizar os uniformes inservíveis (boinas, gandolas, cadarços) para a produção de artesanato a exemplo de bonecas de pano, almofadas, pesos de porta.
“Eu divido esse prêmio com todos os policiais militares que honram a sua farda. Agradeço demais aos colegas do Departamento de Finanças (DAF), ao Departamento de Promoção Social (DPS) e amigos da PMBA. Estamos aqui aplaudidas e elogiadas por essa iniciativa pioneira no Brasil. É a 1ª corporação a pensar na sustentabilidade e o nosso projeto materializa isso. Estou muito emocionada”, revelou a soldado, na época. 

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas