BEREU NEWS

Querem intimidar, mas covarde é Bolsonaro, discursa Boulos

No encerramento do ato contra Bolsonaro, na Praça da Sé, região central de São Paulo, neste sábado (20), Guilherme Boulos discursou e chamou o candidato do PSL de covarde. “Em tempos como esses, em que eles intimam, atacam, estamos vendo o que estão promovendo nas ruas. Mataram o Mestre Moa, na Bahia. Mataram antes de ontem mais uma mulher trans em Aracaju e outra tinha sido morta no Largo do Arouche aos gritos de Bolsonaro”, discursou.

“Eles querem criar um clima de terror e que a gente fique em casa e não reaja e eles ganhem as eleições. Não vamos ficar em casa. A questão não é ter medo, é natural ter medo. Coragem é, mesmo com medo, levantar a cabeça e ir para a rua”, continuou.
 
“O que está em jogo não é apenas a disputa entre dois candidatos. É a disputa entre a democracia e um projeto de ditador. Não vamos nos desanimar com pesquisa, não. Se tem algum covarde nesta eleição é um metido a valentão que que foge dos debates”, concluiu Boulos.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2