BEREU NEWS

Ambulantes perdem mercadoria e isopores após confusão na Barra e grupo cria “vaquinha”

Ambulantes perdem mercadoria e isopores após confusão na Barra e grupo cria “vaquinha”

A estudante Mariana Teixeira fez vaquinha para a ajudar uma ambulante que teve todos os isopores quebrados na última quinta-feira (20/2), na altura da Avenida Oceânica do circuito Dodô (Barra/Ondina). O valor estimado do prejuízo dos nove isopores, estimado pela vítima, é de R$ 1.800.
Um vídeo feito por uma testemunha mostra a trabalhadora após perder os materiais de trabalho. "Eu quero outro. Não vou ficar no prejuízo, não. Que eu paguei!", se revolta a ambulante, enquanto recolhe a mercadoria do chão. Para trabalhar nos circuitos oficiais durante o Carnaval, a Prefeitura determina que os vendedores ambulantes precisam pagar R$ 35 para se cadastrar, além de comprar o kit entregue pela empresa patrocinadora da festa.
"Duas crianças, familiares dos donos dos isopores se encostaram na gente chorando muito, com a maquininha de venda deles na mão queimada e diziam: “A gente perdeu tudo, e agora, meu Deus?” Eles soluçavam de chorar, conta Mariana. Ela diz que outros foliões roubaram as bebidas que caíram no chão, em maioria cerveja e água.
"Nesse momento começou o pior, após passar o trio, a aglomeração de pessoas atrás do trio aumentou de forma tão grande que as pessoas começaram a cair umas por cima das outras em cima dos isopores", lembra a estudante, que presenciou o momento, em um apelo feito no Instagram. Para contribuir com a vaquinha, Mariana disponibilizou a caixa de mensagem dela.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS
BEREU NEWS