China anuncia medidas contra EUA após Donald Trump proibir downloads do TikTok e uso do WeChat no país - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

19 de setembro de 2020

China anuncia medidas contra EUA após Donald Trump proibir downloads do TikTok e uso do WeChat no país

Como a venda forçada do TikTok pode prejudicar a internet - Portogente
A China lançou, neste sábado (19/9), um mecanismo para sancionar empresas estrangeiras após os Estados Unidos proibir o download do aplicativo de vídeos TikTok e o uso do aplicativo de mensagens WeChat.  O governo chinês acusou a  determinação de Donald Trump de intimidação americana, afirmando que a medida violava as normas comerciais internacionais e que não havia comprovação de ameaça à segurança.
“Se os Estados Unidos persistirem nas suas ações unilaterais, a China tomará as medidas necessárias para proteger de forma resoluta os direitos e os legítimos interesses das empresas chinesas”, declarou o Ministério do Comércio chinês, em comunicado.
Nenhuma empresa estrangeira específica foi citada, porém o comunicado do Ministério do Comércio faz alusão, de forma geral, a uma série de ações que implicaram sanções para as empresas e restrições às atividades e entrada de material e pessoas na China. A lista inclui empresas que “ataquem a soberania nacional da China e seus interesses em termos de segurança e de desenvolvimento” ou que violem “as regras econômicas e comerciais internacionalmente aceitas”.
Tais “entidades não confiáveis” foram consideradas uma arma de Pequim para tomar represálias contra os Estados Unidos, que utilizou sua própria “lista de entidades” para excluir a gigante chinesa das telecomunicações Huawei do mercado americano, ao mesmo tempo em que atua contra TikTok e WeChat.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas