Faroeste: promotora de Justiça é afastada pelo STJ após suspeita de envolvimento em esquema de grilagem - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad


Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

16 de dezembro de 2020

Faroeste: promotora de Justiça é afastada pelo STJ após suspeita de envolvimento em esquema de grilagem

A promotora de Justiça Ediene Santos Lousado foi afastada do cargo na última segunda-feira (14/12), pelo ministro Og Fernandes, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), de forma cautelar após suspeita de envolvimento no esquema que tinha como objetivo a legalização de terras griladas no Oeste. A informação foi divulgada nesta terça-feira (15/12), pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA). 

De acordo com nota enviada à imprensa, Ediene ficará longe da função por pelo menos um ano. A investigação integra a chamada Operação Faroeste que tem foro no Supremo Tribunal de Justica (STJ) e está sendo conduzida pelo Ministério Público Federal (MPF).

FAROESTE 

A Operação Faroeste foi deflagrada pelo MPF em novembro de 2019. O objeto inicial era a existência de suposto esquema de venda de decisões no Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) com o envolvimento de pelo menos quatro desembargadores.

O esquema criado por Adailton Maturino dos Santos – que passou a contar com a participação de magistrados – consistia na legalização de terras griladas no Oeste. Segundo o MPF, a organização conta, ainda, com laranjas e empresas para dissimular os benefícios obtidos ilicitamente. Há suspeitas de que a área objeto de grilagem supere os 360 mil hectares e de que o grupo envolvido na dinâmica ilícita tenha movimentado cifras bilionárias.

Delação da desembargadora Sandra Inês Moraes Ruscolelli Azevedo, assinada em maio de 2020, que cita ainda o nome do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, sustentou que o grupo criminoso foi instalado durante a gestão da desembargadora Maria do Socorro na Presidência do Tribunal de Justiça da Bahia. Ainda segundo ela, a mãe de Amanda Santiago era "muito amiga" do titular do alto escalão do governo de Rui Costa (PT).

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco