ACM Neto passa cargo de prefeito para Bruno Reis e se prepara para percorrer a Bahia em 2021 - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad


Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

01 janeiro, 2021

ACM Neto passa cargo de prefeito para Bruno Reis e se prepara para percorrer a Bahia em 2021



 'Vou trabalhar muito, percorrer o estado inteiro e me habilitar para 2022', diz o ex-gestor, que não se declarou como pré-candidato

Não faltou emoção na despedida de ACM Neto como prefeito de Salvador, nesta sexta-feira (1º). Durante a cerimônia de transferência do cargo para o atual gestor Bruno Reis, eleito em 2020, Neto parabenizou Bruno e recordou os oito anos de mandatos com um sentimento de dever cumprido. "Jamais fugi da minha responsabilidade. Nesses anos dediquei toda minha energia para Salvador e não esmureci, pois recebi essa energis de volta. Foi uma honra ter governado essa cidade", disse ACM Neto em seu discurso. 

A solenidade aconteceu na sede da prefeitura, logo depois que o atual prefeito, vice-prefeita e vereadores eleitos de Salvador foram empossados na Câmara de Vereadores, ambas localizadas na Praça Municipal da cidade. Após a cerimônia de posse, ACM Neto foi direto para a sede da prefeitura, onde entregou a placa de restauração do Palácio Tomé de Souza. Esse foi o ultimo ato dele como prefeito de Salvador. Logo depois, se iniciou a solenidade de transmissão do cargo de prefeito, marcado por um discurso emocionado de cerca de 30 minutos de ACM Neto. 

"Quando tomei posse, tinha 33 anos, receio de não acertar e não dar conta do recado. Passei a me esforçar, ser o primeiro a chegar e um dos últimos a sair desse prédio. Hoje, posso dizer que dei conta do recado. Nossa gestão foi a chama que reacendeu Salvador, a que resgatou a autoestima dos soteropolitanos. Cumpri cada um dos compromissos que assumi e ao fazê-lo devolvi ao cargo de prefeito o respeito que parecia ter sido perdido em alguma esquina do tempo", disse o ex-prefeito, que se emocionou durante o discurso pelo menos três vezes.

CM Neto lembrou que na campanha de 2012, quando se elegeu prefeito pela primeira vez, ele fez uma visita à Cidade de Plástico, tinha sido recebido com hostilidade e saiu de lá chocado com a situação de pobreza e miséria. "Depois de empossado, voltei àquele local muitas vezes, até que nasceu a Comunidade Guerreira Zeferina. Não conheço um projeto habitacional mais bonito do que esse em todo o Brasil", relatou o ex-prefeito, que disse ter assumido o compromisso de lutar pelos mais pobres: "Hoje posso rememorar que meu governo sempre esteve ao lado dos que mais precisam".

Coronavírus
A pandemia de covid-19, enfrentada no último ano de mandato de ACM Neto, não passou despercebida no discurso. "Eu imaginava que 2020 seria o ano mais tranquilo, voltado a entrega de obras e não na administração de crises. Aí, do nada, surgiu a covid-19. Em 2018, eu fui convidado a disputar o cargo de governador, algo que é um sonho pessoal meu, mas minha consciência dizia para eu terminar o mandato. Foi a melhor decisão que fiz. Quando a pandemia chegou, estava na prefeitura, ao lado da minha equipe, trabalhando pela minha cidade", afirmou.

O ex-prefeito lembrou ainda as diversas ações e obras entregues pela prefeitura nos últimos oito anos, como o crescimento de 18% para 57% na cobertura da atenção básica à saúde, criação do primeiro hospital municipal, do Centro de Convenções, HUB Salvador, do BRT, reforma de parques, de escolas, com a universalização do ensino infantil e a criação de protocolos para o combate da pandemia. "Hoje não há um só bairro de Salvador que não tenha sido assistido pela prefeitura", disse. 

Ao concluir o discurso, visivelmente emocionado, CM Neto agradeceu a Deus, a sua equipe, família, amigos e a população de Salvador. Ele também lembrou do legado político deixado pelo seu avô. "Antonio Carlos Peixoto Magalhaes projetou seu nome para a Bahia e o Brasil após concluir um mandato revolucionário na prefeitura de Salvador. É a prova de que administrar essa cidade é tão difícil, que quando o mandato é bem feito, serve de régua para saltos futuros. Fui deputado, prefeito e pretendo usar meu capital político para trabalhar pelo nosso país. Eu não vou ficar indiferente ou calado diante do que estou vendo. Se preciso, vou remar contra a maré do que está dividindo a população brasileira em polos antagônicos. Quero levar uma mensagem de união a todos. Para isso, vou carregar na bagagem o exemplo da gestão que se encerra hoje, com cerca de 90% de aprovação popular segundo pesquisas recentes", concluiu. 

Futuro 
Antes do discurso, em entrevista ao CORREIO, o agora ex-prefeito da capital baiana comentou sobre o seu futuro político. Ele não se declarou como pré-candidato a governador da Bahia, eleição que deve ocorrer em 2022, mas disse que pretende se habilitar para o pleito. 

"A partir de agora, meu foco está em colaborar com a organização do partido em todo o Brasil, na preparação do projeto para 2022 e, claro, na minha dedicação a Bahia e todo o meu envolvimento com as questões do estado, do interior. Vou trabalhar muito, percorrer o estado inteiro e me habilitar para 2022, de modo que seja algo natural, que aconteça da forma e na hora que tem que ser", explicou Neto.

O ex-prefeito também comentou sobre a próxima disputa eleitoral. "Vamos aguardar 2022 chegar sem atropelar nada, sem passar por cima de qualquer etapa. É tudo no seu tempo. No meu caso, graças a Deus, pela vivência que eu tenho, sei reconhecer o tempo das coisas. Não é hora de começar uma nova campanha política. Isso só vai acontecer na hora certa. Eu não vou antecipar as coisas", completou.

Sobre o próximo prefeito de Salvador, a quem ele apoiou durante a campanha de 2020, ACM Neto afirmou que ele está pronto para fazer um bom mandato. "Além de conhecer a cidade inteira, ele está totalmente por dentro da gestão. Montou uma bela equipe com novos quadros que traz ânimo e perspectiva para a cidade, o que é importante também. Em oito anos a gente conclui um ciclo. Agora, se inicia uma nova etapa, novos desafios e Bruno está preparado para isso", concluiu, ao considerar ainda a pandemia como o principal desafio que Bruno vai enfrentar. "Não só em relação a saúde pública, mas também com a pressão gerada pela covid-19 em outras áreas, como a educação e o transporte público", disse.

Emoção
A emoção sentida por ACM Neto nesse primeiro dia de 2021 também foi expressada na quinta-feira (31), no seu último dia de mandato. Na ocasião, o gestor fez questão de mudar seu gabinete para o Subúrbio de Salvador e celebrar, em meio a muita comoção, as mudanças que aconteceram na região.

"Não há melhor maneira de encerrar o trabalho ao lado das pessoas, cuidando delas. Nós trabalhamos a cada dia dessa reta final para beneficiar a todos", explicou o ex-prefeito, na ocasião. Em menos de quatro horas, ACM Neto promoveu quatro solenidades na região, entre inaugurações, ordens de serviço e vistorias. 

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco