Sesab confirma nova variante do coronavírus na Bahia e investiga 118 casos de reinfecção - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad


Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

8 de janeiro de 2021

Sesab confirma nova variante do coronavírus na Bahia e investiga 118 casos de reinfecção


A Secretaria da Saúde da Bahia divulgou, nesta sexta-feira (8/1), o primeiro caso de reinfecção por coronavírus no estado, por meio de sequenciamento genético. A pasta confirmou que a vítima foi a mulher de 45 anos, moradora de Salvador. De acordo com a Sesab, foi observada com uma mutação da doença identificada originalmente na África do Sul. Cientistas avaliam se essa variante é ou não mais fácil de ser transmitida. 

Em nota divulgada à imprensa, a Sesab explicou que um laudo enviado pelo Hospital São Rafael, onde a vítima foi tratada, demonstra que as duas amostras apresentam um perfil de mutações diferentes. Além disso, outra informação chama a atenção: outros 118 casos suspeitos de reinfecção estão sendo investigados em pacientes com faixas etárias de 5 a mais de 80 anos. Deste total, há 82 mulheres e 36 homens. 

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, no entanto, disse que ainda não foi notificado sobre o caso, mas que a cidade está preparada para agir contra a nova sequência do vírus. "A gente tem acompanhado casos semelhantes por todo o mundo. O que eu posso garantir para a cidade é que nós estamos muito mais preparados do que quando surgiu, em março do ano passado. Já entendemos melhor os problemas", contou. 

O titular da pasta garantiu, também, que a cidade tem um plano de imunização que classificou como "o mais completo do Brasil". "O que a gente imagina é que a vacina terá uma atemporalidade. Como a vacina da gripe: ela terá de ser atualizada, e nós, de tempos em tempos, teremos que nos vacinar. A pergunta é: quanto tempo nós duraremos com essa imunidade? Os estudos são muitos recentes. Acho que cada vacina terá sua validade. Acho que nos vacinaremos esse ano e teremos que nos vacinar no próximo ano, já que há essa mutação do vírus. Mas há muita preocupação. Porque, se há um novo vírus, para o nosso corpo quer dizer que há um novo vírus. E ele pode infectar pessoas que já estão infectadas", completou Prates. 

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco