Ministério da Saúde envia mais de 70 mil vacinas contra a Covid-19 para o estado errado; pasta admitiu a falha


 Uma confusão envolvendo os estados do Amazonas e do Amapá acabou causando o envio de mais de 70 mil doses da vacina contra o coronavírus para o lugar errado na noite de quarta-feira (24/2). A distribuição foi feita pelo Ministério da Saúde em todas as unidades federativas do Brasil, incluindo a Bahia, que recebeu 208 mil doses.

O Amazonas, um dos estados mais afetados pela Covid-19 e que sofreu com um caos na saúde, recebeu apenas 2 mil doses, 76 mil a menos do que o prometido. A carga com os 78 mil imunizantes da Oxford foi enviada para outro estado, o Amapá, que, por ter menor população e menor número de casos, receberia as 2 mil.

Após a reclamação dos amazoneses, o Ministério da Saúde divulgou uma nota explicando que confundiu os dois estados, mas que irira corrigir o erro. "O estado do Amazonas receberá 76 mil doses adicionais que haviam sido entregues ao Amapá, totalizando 78 mil vacinas. O Amapá, por sua vez, ficará com as 2 mil correspondentes ao seu público-alvo para esta etapa de entrega da campanha", diz a nota.

Durante a madrugada desta quinta-feira (25/2), os imunizantes chegaram ao destino correto. "O Ministério da Saúde já enviou mais de 15 milhões de doses aos estados desde 18 de janeiro, quando deu início ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19. Serão distribuídas mais 200 milhões, suficientes para vacinar 50% da população brasileira', enfatizou o órgão federal.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem