NECESSÁRIO: Rui sinaliza toque de recolher em toda a Bahia após aumento de mortes e casos de Covid-19; "não vou ficar passivo" - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad


Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

16 fevereiro, 2021

NECESSÁRIO: Rui sinaliza toque de recolher em toda a Bahia após aumento de mortes e casos de Covid-19; "não vou ficar passivo"


O aumento expressivo no número diário de mortes, além do avanço do casos registrados da Covid-19 na Bahia, podem ocasionar a admissão de um toque de recolher em todo o estado. A afirmação foi dada pelo governador Rui Costa (PT), na manhã desta terça-feira (16/2), durante entrevista ao Bahia Meio Dia, da rede Globo. 

Segundo Costa, o decreto de toque de recolher teria o objetivo de "evitar o pior", como a falta de leitos de UTI. "Nós vamos, sim, adotar medidas restritivas para outras atividades. Inclusive, analiso a possibilidade de, se mantiver ao longo desta semana estas mesmas taxas, nós implementarmos o toque de recolher em todo o estado da Bahia, para evitar o pior: cenas de homens e mulheres, idosos, jovens e adultos, clamando por um leito hospitalar sem ter para salvar a vida das pessoas. Essa imagem não queremos e eu não vou ficar passivo, mesmo que contrariando a opinião de alguns", afirmou.

As secretarias de Saúde do Estado e da capital têm alertado para o aumento da demanda de leitos de UTI para Covid-19. A partir desta quarta-feira (17/2), por exemplo, os bairros de Pernambués, Fazenda Grande e Boca do Rio, localidades de Salvador, que apresentaram altos índices de novos casos, velocidade de transmissão e número de mortes decorrentes do novo coronavírus, serão submetidas a ações de proteção à vida. A informação foi divulgada pelo prefeito Bruno Reis (DEM), durante uma reunião com secretários municipais, ocorrida nesta última segunda-feira (15/2).

No último boletim epidemiológico, divulgado na noite de segunda-feira (15/2), foram registradas 63 mortes. Nas últimas 24 horas houve, ainda, 1.796 novos casos de Covid-19 na Bahia, totalizando 631.645 confirmações desde o início da pandemia. Desse total, 605.744 já são considerados recuperados e 15.103 encontram-se ativos.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco