BUSCA DE PROGRESSO: Vereador Marcelo solicita extensão da iluminação pública na BA-084 e apresenta informações do Fundeb


Na sessão ordinária realizada na manhã desta quarta-feira (31/3), o vereador Marcelo Menezes (REDE) apresentou indicações decorrentes da semana e reforçou causas relativas aos anseios de profissionais conjacuipenses.


Inicialmente foi solicitado pelo parlamentar, a extensão da iluminação pública na BA-084 dando continuidade da instalação que parou na entrada da Vila Esperança, faltando continuar até a BR-324. 


Conforme relato do edil, todos que circulam pelo Posto São Luis sabem a dificuldade de trafegar durante a noite, principalmente por conta dos buracos. 
"O pedido visa ajudar tanto os moradores e trabalhadores que por ali passam, quanto garantir a segurança na entrada da cidade", justifica.


Seguidamente, solicita ao poder executivo junto a Secretaria de Obras, redutores de velocidade na Rua João Marinho Abade, popular Rua do Fato. Marcelo chegou a citar um acidente sofrido anteriormente por imprudência no trânsito, onde a negligência de um condutor quase custou sua vida; com base nisso reconhece a necessidade de algumas medidas serem adotadas. 


A petição é um dos pontos julgados de extrema importância pelos moradores daquele local. Reiterando, ele pede que a Secretaria de Obras verifique a situação.


Muitos parlamentares assim como Marcelo, tem se mobilizado para resolver o pagamento dos professores com recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). O vereador mencionou em pronunciamento que um dos colegas solicitou respostas para o benefício.


Diante da alta necessidade de resolução, ele afirma que não buscar informações para tentar ajudar o colega com o benefício dos professores seria uma irresponsabilidade. Em mãos, o edil tem cópias de extratos de pagamentos e contratos licitatórios para junto com demais lutar pela concessão do benefício.


No extrato diz que atualmente existe R$ 7.000.000,00 (sete milhões) em conta, mas o valor era R$ 9.000.000,00 (nove milhões); de forma que R$ 2.000.000,00 (dois milhões) foram pagas as obras licitadas, e os sete milhões está comprometido por conta das licitações feitas na gestão anterior.


Algumas obras realizadas pela gestão anterior quatro(4) meses antes de findar o mandato foram com dinheiro do Fundeb, a exemplo destes 2 milhões; o valor mantido em caixa está comprometido por conta das obras que não foram concluídas. O recurso total do precatório dos professores foi comprometido por conta dos empreendimentos.


Até então, a única forma de ajudar os professores é entrar com processo judicial pedindo permissão para acessar o recurso e realizar o pagamento dos profissionais, mas até o momento não pode ser manuseado.


Completando, Marcelo parabeniza a equipe de Tonho pelo trabalho realizado na manutenção da pavimentação e quebra-molas. A equipe de Binho e Macaé também foi agraciada com o reconhecimento do parlamentar pelo serviço de capina realizado no Loteamento Vivendas do Jacuípe.


Assista o pronunciamento: 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem