Rússia anuncia primeira vacina contra covid-19 para pets

Imunizante tem 100% de eficácia e pode ser usado apenas em carnívoros


Além dos humanos, os pets também poderão ser vacinados contra a covid-19. A Rússia anunciou, nesta quarta-feira (31), a aprovação do primeiro imunizante anti-covid para animais, a Carnivac-Cov, que garante ter um índice de eficácia de 100% e começará a ser produzida em massa a partir de abril.


"Os ensaios clínicos da Carnivac-Cov, que começaram em outubro do ano passado (...) concluíram que a vacina é segura e altamente eficaz, já que 100% dos animais testados desenvolveram anticorpos", afirmou Konstantin Savenkov, vice-diretor da agência veterinária e fitossanitária nacional, a Rosselkhoznadzor, em um comunicado.


A vacina pode ser utilizada apenas em animais carnívoros. As doses foram testadas em gatos, cães, raposas vermelhas e polares e visons. 


A vacina foi desenvolvida por uma filial da Rosselkhoznadzor, o Centro Federal de Saúde Animal, que está em contato com empresas de pelos de vários países europeus interessadas em comprá-la.


De acordo com a Rosselkhoznadzor, o desenvolvimento desta vacina foi "particularmente importante", já que várias espécies animais são sensíveis à covid-19. Na Rússia, segundo a agência, dois casos de infecção em gatos foram registrados até agora, em Moscou e em Tyumen, na Sibéria.


Em novembro, a Dinamarca decidiu sacrificar todos os seus visons, porque se suspeitava de que os 15 milhões de animais fossem portadores e vetores de uma mutação do coronavírus que poderia ser problemática para os humanos.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem