Senador Otto Alencar e Pazuello travam embate na CPI da Covid-19: "Jesus, entra na causa", pede baiano - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

20 maio, 2021

Senador Otto Alencar e Pazuello travam embate na CPI da Covid-19: "Jesus, entra na causa", pede baiano

Créditos da foto:Erasmo Salomão/MS

O segundo dia da oitiva do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, ocorrido nesta quinta-feira (20/5), após o militar passar mal no dia anterior, foi marcado pelas falas do senador baiano Otto Alencar (PSD). Médico, tendo inclusive atendido o general no dia anterior, Otto enfatizou o pouco conhecimento do ex-ministro na área de saúde.

Logo no começo da entrevista, o parlamentar perguntou a Pazuello se este havia feito algum curso sobre doenças infectocontagiosas ou, em particular, sobre a Covid-19, mas o general respondeu negativamente.


"O senhor não sabe nem o que é a doença, não tinha a menor capacidade de ser ministro da Saúde. Se eu estivesse na sua posição, nunca teria aceitado este cargo [...] Dava pra ser general e fazer um curso rápido sobre a doença. Isso só acontece nesse governo, um governo que não tem nenhum compromisso com a saúde, de um presidente que nunca visitou um hospital de campanha, mas andou de lancha e montou a cavalo. Isso é um absurso, é crime, pode ter certeza", criticou Otto.


O baiano relembrou ainda declarações do ex-ministro contra o uso de máscara e da falta de kit entubação no Brasil, além da falta de vacina. "Se fosse eu, numa dessa aí, nem sentava nessa cadeira. Já confesava meu crime", ironizou.


O psdebista ainda elogiou a postura dos prefeitos de Salvador durante a pandemia, ACM Neto (Dem) e Bruno Reis (Dem), e do governador Rui Costa (PT) em não fechar hospitais de campanha. "Deixaram hospitais montados com sua capacidade instalada porque sabiam que teria uma segunda onda. E a negligência desses onze meses [em que Pazuelo foi ministro] pode nos levar a terceira onda. Deus queira que não! Olho pro céu pra dizer: Jesus, entra na causa, porque pelo do Ministério da Saúde não vão fazer nada", reclamou.

"A cepa indiana chegou ao Brasil hoje. É preciso fazer barreiras sanitárias e isolar completamente, como foi feito na China", alertou.


ATENDIMENTO

O pronunciamento de Pazuello foi encerado no dia anterior após o general passar mal e receber atendimento do senador Otto Alencar. A própria Presidência do Senado, através de seus canais oficiais, confirmou que o ex-ministro teve um mal-estar, mas o oficial negou que tivesse sentido algo. O médico comentou que "até em problema de doença ele nega”. 


“Ele negou tanto na CPI que agora decidiu mentir até sobre o seu estado de saúde. Eu sou médico, fui chamado para atendê-lo, ele estava passando mal, não posso mentir sobre isso, mas se recuperou depois dos procedimentos. Já estava até pronto para seguir o depoimento se fosse o caso", continou, em entrevista a Globo News, no dia anterior.

Durante a oitiva, Otto alfinetou Pazuello sobre o acontecido: "Fiz a consulta pelo SUS [Sistema Único de Saúde], não precisa pagar nada", disse.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco