Após depoimentos na CPI da Covid, ministro Queiroga, Pazuello e mais 12 serão investigados; veja a lista - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

18 junho, 2021

Após depoimentos na CPI da Covid, ministro Queiroga, Pazuello e mais 12 serão investigados; veja a lista

Créditos da foto: Agência Senado

  

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), apresentou, nesta sexta-feira (18/6), a lista de investigados do colegiado. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o ex-titular da pasta Eduardo Pazuello estão entre os investigados. Eles prestaram depoimento anteriormente à CPI. A investigação permite medidas como quebras de sigilos e operações de busca e apreensão.


“Quando nós decidimos no início, coletivamente, não investigar ninguém foi exatamente para facilitar o depoimento dessas pessoas. Então, nós tomamos como critério para a definição da relação dos investigados o fato de já terem prestado depoimento à comissão parlamentar de inquérito", disse Calheiros.


A inclusão de Queiroga não foi consenso no G7, grupo que comanda a CPI e que Renan faz parte. O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), pediu a Renan para não colocar Queiroga na lista, mas o relator decidiu incluir sob o argumento principal de que o ministro defendeu o tratamento precoce em uma reunião com a Organização Mundial de Saúde (OMS).



CONFIRA A LISTA COMPLETA 

Elcio Franco – ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde na gestão Pazuello;

Arthur Weintraub – ex-assessor da Presidência da República suspeito de integrar o chamado “gabinete paralelo”;

Carlos Wizard – empresário suspeito de integrar o chamado “gabinete paralelo”;

Eduardo Pazuello – ex-ministro da saúde;

Marcelo Queiroga – ministro da saúde;

Ernesto Araújo – ex-ministro das relações exteriores;

Fábio Wajngarten – ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro;

Francieli Francinato – coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde;

Hélio Angotti Neto –secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde;

Marcellus Campêlo – secretário de saúde do Amazonas;

Mayra Pinheiro – secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde;

Nise Yamaguchi – médica suspeita de integrar o chamado “gabinete paralelo”;

Paolo Zanotto – virologista suspeito de integrar o chamado “gabinete paralelo”;

Luciano Dias Azevedo – anestesista suspeito de integrar o chamado “gabinete paralelo”.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco