Polícia Militar desmonta laboratório de cédulas e CNH falsas em São Gonçalo dos Campos - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

16 julho, 2021

Polícia Militar desmonta laboratório de cédulas e CNH falsas em São Gonçalo dos Campos


 

Todo material apreendido foi apresentado à Central de Flagrantes de Feira de Santana.

Uma guarnição da 67ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) desmontou na noite de ontem (14), um laboratório que falsificava cédulas de dinheiro e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O laboratório estava localizado dentro de uma residência no Conjunto Parque Viver, em São Gonçalo dos Campos.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o subcomandante da 67ª CIPM, capitão Fernando, explicou que durante rondas rotineiras no local, foi identificado um indivíduo que apresentou nervosismo com a presença da viatura, e ao abordar o homem, encontrou com o mesmo cerca de R$ 620 em cédulas falsas.

"A nossa equipe da Peto 67 estava ali na localidade da Tapera, como é conhecida, bem próximo de Feira de Santana, e foi verificada a presença de um indivíduo com atitudes suspeitas quando viu a viatura da guarnição. Foi feita a abordagem e encontradas cédulas falsas com o mesmo. Ao informar que a residência era alugada, nossa equipe teve acesso ao imóvel com autorização dele e lá foi verificado o laboratório totalmente equipado com impressoras, computadores, cédulas falsas de diversos valores, além das cédulas de CNH", disse.


Foto: Divulgação/Polícia Militar

De acordo com o capitão, é provável que boa parte do dinheiro falso já esteja em circulação, tanto no comércio de São Gonçalo dos Campos como de Feira de Santana.

"Tudo indica que este dinheiro já esteja em circulação, pois foi feita uma investigação preliminar, foi identificado que essa prática já estava acontecendo há um tempo e a distribuição já acontecia para terceiros. O indivíduo que foi preso, já possui várias passagens pela delegacia, como posse de drogas e outros crimes", informou.

Ainda segundo o subcomandante da 67ª CIPM, é provável que o laboratório estava em funcionamento há alguns meses.

"Tudo indica que pelo menos esse laboratório já tinha o funcionamento há alguns meses, porque pôde ser observado que já possuía uma estrutura para a realização desses crimes, então não é algo que tenha sido montado há pouco tempo", afirmou ao Acorda Cidade.

Além das células falsas, foram encontrados materiais para impressão como papel, tintas, impressoras, colas, telefones celulares e notebook. Todo o material apreendido foi apresentado à Central de Flagrantes de Feira de Santana.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco