Pacientes sem regulação aumentam fluxo de atendimento no Hospital da Mulher: 'Está insustentável', declara direção - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

15 setembro, 2021

Pacientes sem regulação aumentam fluxo de atendimento no Hospital da Mulher: 'Está insustentável', declara direção


De janeiro a agosto deste ano, o Hospital da Mulher realizou 37.186 atendimentos.

Pacientes que chegam de outros municípios, sem regulação, ao Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher), têm causado, segundo a administração da unidade, ''transtornos no fluxo de atendimento''. Somente no primeiro semestre deste ano, cerca de 1.050 dessas gestantes deram entrada na unidade hospitalar.

Entre as cidades não pactuadas à rede municipal de Saúde e que ainda assim buscaram assistência na unidade hospitalar foram: Saubara, Piritiba, Santo Amaro, Ibiquera, Mata de São João, Inhambupe, Itaparica, Camaçari, Cruz das Almas, Amargosa, Itapetinga e Tapiramutá.

Segundo a diretora presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, a situação está “insustentável” para os profissionais de saúde. São pacientes que chegam no hospital sem a documentação necessária e muitas delas sem fazer o pré-natal completo.

“O Hospital da Mulher é uma maternidade porta aberta para as feirenses. Demais municípios devem seguir os critérios da regulação e pactuação estadual”, afirma. Gilberte Lucas destacou a intenção em adotar medidas judiciais a fim de inibir essas irregularidades.

De janeiro a agosto deste ano, o Hospital da Mulher realizou 37.186 atendimentos, sendo que desse total 7.403 pacientes necessitaram de internamento para o parto.


ACORDA CIDADE

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco