Últimas Notícias


Ministro de Bolsonaro sobre carnaval: "Quero assistir de camarote ao que governadores e prefeitos vão fazer"

A decisão de realizar ou não o carnaval pelas cidades do Brasil ainda vai gerar muita polêmica. Na última sexta-feira (26), o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, preferiu não opinar sobre a folia em 2022 e “passou a bola” para governadores e prefeitos.

Recentemente o governador da Bahia, Rui Costa (PT), criticou o que chamou de "pressa descabida" para anunciar a realização do Carnaval de Salvador no ano que vem. Ele voltou a dizer que "não vai aceitar ultimato" e que não vai jogar "trabalho fora" para só para atender a demanda do setor do entretenimento. O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) emitiu um posicionamento na última sexta-feira (26) cobrando cautela do poder público sobre a realização de festas populares.

Durante entrevista ao programa “Os Pingos Nos Is“, da Jovem Pan News, ele disse querer “assistir de camarote” à decisão que os Estados e municípios vão tomar sobre o tema.

“Eu passo a bola para os governadores e para a Justiça, que foi quem delegou esse poder a eles. A bola está com eles e eu quero assistir de camarote ao que os governadores e os prefeitos vão fazer”, disse o ministro, se referindo a decisão do Supremo Tribunal Federal que autorizou prefeitos e governadores a decidirem sobre medidas sanitárias na pandemia.

Ainda durante a entrevista, quando questionado sobre a nova variante da Covid encontrada na África do Sul e batizada de omicron, Machado Neto defendeu a continuidade do distanciamento sanitário, uso de álcool em gel e máscaras. “A gente não pode abrir mão disso, mas a gente também não pode abrir mão de viver”, ressaltou.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem