Ministério Público da Bahia recomenda aumento de leitos de UTI pediátricos no Estado

O Ministério Público da Bahia recomendou nesta quarta-feira (26) ao Estado e ao município que aumentem o número de leitos de Covid-19 pediátricos por conta do aumento no número de casos da doença.

A recomendação foi assinada pelos coordenadores do GT Coronavírus, os promotores de Justiça Frank Ferrari, Patrícia Medrado, Rita Tourinho e Rogério Queiroz, e pelo promotor de Justiça da 8ª Promotoria da Infância e Juventude Carlos Martheo Guanaes.

“A manutenção da oferta de leitos já existentes, face ao registrado aumento de casos ativos e hospitalizações por Covid-19, pode resultar na total desassistência ao público pediátrico”, ressaltaram os promotores de Justiça autores da recomendação.

Segundo dados disponíveis na Central Integrada de Comando e Controle da Saúde - Covid-19, atualizados na última terça (25), na Bahia estão ativos  60 leitos Covid de enfermaria pediátrica e 29 leitos Covid de UTI pediátrica, com taxa de ocupação de 75% e 93%, respectivamente.

Deste número, estão localizados em Salvador 30 leitos de enfermaria e 20 leitos de UTI pediátricas, com taxas de ocupação, respectivamente, de 87% e 95%.

No documento, o MP solicitou que o Estado e Município se manifestem sobre a recomendação no prazo de cinco dias úteis. Também foi pedido que enviem informações acerca das providências adotadas para  cumprimento.



Reunião com Sesab e Secretaria Municipal da Saúde

Na na terça (25), os promotores de Justiça, coordenadores do GT Coronavírus, junto com o promotor de Justiça Carlos Martheo, se reuniram com representantes da Sesab e da Secretaria de Saúde de Salvador para discutir a atual situação dos leitos pediátricos para coronavírus.

Na reunião virtual, foi pautado o crescimento de casos ativos da doença na Bahia, em razão do avanço da circulação da variante Ômicron.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem