Pai desembarca, mas deixa filhos em quarentena em navio com surto de covid - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

4 de jan. de 2022

Pai desembarca, mas deixa filhos em quarentena em navio com surto de covid

Empresa vai levar os dois jovens para casa após período de isolamento


"A primeira viagem de navio a gente nunca esquece, ainda mais no meio de uma pandemia", disse o representante comercial paulistano Orlando Gennari Junior à reportagem do Estadão, que acompanhava nesta segunda-feira, 3, o desembarque dos passageiros do navio Costa Diadema, em Santos. Debutante em viagens marítimas, ele chegou a passar mal no trajeto, foi atendido pelos médicos do navio e fez três testes de covid-19 com a família.

Com resultado negativo para a doença, Junior foi autorizado a deixar a embarcação. No exame dos filhos, no entanto, veio a surpresa: os dois jovens testaram positivo e tiveram de ficar em quarentena no navio. A empresa ficará responsável por levá-los para casa ao fim do período de isolamento.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) havia paralisado a operação do Costa Diadema na última quinta-feira. A agência determinou, então, que a embarcação seguisse para seu destino final, Santos, e que todos os passageiros fossem desembarcados segundo o protocolo sanitário previsto. O navio, com capacidade para mais de 2,3 mil passageiros, está no nível 4 do cenário epidemiológico determinado pela agência: há transmissão comunitária de covid-19 entre viajantes.

Frustração
A socióloga Katia Prado ingressou com os dois filhos e o marido para oito dias no primeiro cruzeiro marítimo das crianças. Todos estavam vacinados, exceto a filha Sofia, de 8 anos.


Katia disse que se sentiu segura durante toda a viagem e elogiou os protocolos sanitários da Costa Cruzeiros. Mas conta que ficou com certa frustração com as limitações dentro do navio. Mesmo assim, pretende realizar novas viagens no futuro.

Já a paulistana Andrea Tenuta Novaes lembrou o momento da entrada da Anvisa em Salvador, encerrando as atividades de entretenimento, como shows, cassino e lojas. Ela havia embarcado em 27 de dezembro e só conseguiu aproveitar três dias de viagem. Mas disse ter consciência de que estava fazendo um cruzeiro durante a pandemia - e uma situação assim poderia ocorrer no cruzeiro.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

ANUNCIE CONOSCO