Polícia identifica homem que vazou vídeo íntimo de participante do BBB; pena pode chegar a 5 anos de reclusão


A pessoa que vazou um vídeo íntimo da modelo e designer de unhas Natália Deodato, participante do Big Brother Brasil 22, foi identificada pela Polícia Civil de Minas Gerais. O responsável por divulgar o vídeo já tinha ameaçado mostrar as imagens há cerca de dois anos, mas só o fez agora, após a entrada da jovem de 22 anos no reality show da Globo.


A polícia informou, ainda, que fez um requerimento à Justiça de medida protetiva para Natália. Em casos de crime cibernético, a medida vale para que o suspeito retire do ar o conteúdo já vazado e não publique mais o material relacionado à vítima. Um procedimento investigatório também foi instaurado para apurar os fatos.


“O suspeito, de 39 anos, é investigado por injúria, mas os trabalhos policiais seguem em andamento para identificar eventuais crimes praticados no âmbito da violência doméstica. A autoridade policial, responsável pela investigação, requereu medida protetiva para a vítima ao Judiciário”, disse a Polícia Civil, por meio de nota.


Foi explicado que o crime de injúria foi incluído neste momento tendo como base a lei de crimes contra a honra, anterior à lei 13.718/18, que trata especificamente sobre vazamento de cenas íntimas.


De acordo com a lei 13.718/18, em caso de “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática – que contenha cena de sexo sem o consentimento da vítima, a pena pode variar de um a cinco anos de reclusão. A pena é aumentada de 1/3 (um terço) a 2/3 (dois terços) se o crime é praticado por agente que mantém ou tenha mantido relação íntima de afeto com a vítima ou com o fim de vingança ou humilhação”.


O CASO

Natália teve um vídeo íntimo divulgado nas redes sociais sem seu consentimento, e o assunto ganhou bastante repercussão nessa quarta-feira (19/1). Após o episódio, a equipe da jovem se pronunciou na conta oficial dela e disse que tomará as medidas cabíveis.


Ao tomar conhecimento do crime cibernético, a equipe que cuida das redes sociais da jovem informou que tomaria as medidas cabíveis. "Isso é muito sério e nenhuma pessoa deveria passar por essa exposição. Pedimos que denunciem todas as publicações e também perfis que estão compartilhando”.


DESABAFO DE MÃE

A mãe de Natália, Daniela Rocha, desabafou sobre a situação envolvendo a filha. "Um indivíduo fez um grupo, colocou o vídeo, montagens e começou a espalhar. Eu, como mãe, me senti indignada em saber que existem pessoas sujas que não gostam de ver o sucesso dos outros. É muito triste isso tudo, outras pessoas espalhando. É uma maldade coletiva".


"A Natália já é uma vencedora de estar lá, uma negra com vitiligo. Estamos felizes com a entrada dela, é tudo muito novo para gente. Faço um apelo para que as pessoas não compartilhem as imagens, é crime. Isso não vai ser cobrado só pela Justiça, tem um Deus que tudo vê", completou, em entrevista.


HUMORISTA IRONIZA

Sem demonstrar empatia, o humorista Nego Di, que teve uma das maiores rejeições da história do BBB (98%), debochou do vídeo íntimo de Natália e fez uma comparação lamentável da doença da jovem, o vitiligo, às manchas de um cachorro. "Que goela bem aveludada, hein, morena? Curiosidades do dia: eu não sabia que Dálmata gostava de chimarrão", disse, em vídeo.


VITILIGO

O vitiligo é uma doença autoimune caracterizada pela perda da coloração da pele, com diminuição ou falta de melanina (pigmento que dá cor à pele) em certas áreas do corpo, incluindo a boca, o cabelo e os olhos.


Conforme dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o vitiligo alcança 1% da população mundial. No Brasil, mais de 1 milhão de pessoas convivem com a doença.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem