Rui ameaça cancelar festas particulares durante o Carnaval na Bahia; "não sei se vamos ter"

Caso os indicadores de infecção por Covid-19 não diminuam na Bahia, nem as festas privadas serão liberadas no Carnaval. É o que garante o governador Rui Costa (PT).

“Eu não sei se nós vamos ter nem essas festas particulares. Infelizmente, se compararmos com dezembro, só para ter um paralelo, hoje a Bahia está perto de 8 mil casos ativos contra 2 mil casos no início de dezembro”, afirmou, no último domingo (16/1), em entrevista ao programa Canal Livre, da BandNews TV.

Segundo o petista, mais de 2,5 milhões de pessoas não compareceram para completar o esquema vacinal. “Por isso, tenho feito um apelo à população: se vacine. Infelizmente, esse mar de fake news, de mentiras sobre a vacina, acho que desestimulou parte das pessoas a complementar sua vacinação”, lamentou.

Com a decisão de Rui de diminuir de 5 mil para 3 mil o limite máximo de pessoas em eventos, shows começaram a ser cancelados – o principal deles foi o Baile da Santinha, de Leo Santana -. Contudo, uma outra apresentação, com uma nova roupagem, foi realizada no Wet, na última sexta-feira (14/1).

No Carnaval, o cancelamentos também aconteceram, a exemplo do Camarote Skol, no Circuito Barra/Ondina, e do Salvador Folia, que seria realizado no Centro de Convenções.

Atualmente, há 9.055 casos ativos do novo coronavírus, segundo dados disponibilizados até 12h desta segunda-feira (17/1) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto é de 66%.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem