Chefe do BDM suspeito de matar líder comunitário apontado como X-9 morre após confronto em Salvador; ele fazia questão de filmar tudo


Apontado pela Polícia Civil como liderança da facção Bonde do Maluco, Adriel de Souza Costa, conhecido como "Camisa 10", morreu após troca de tiros no bairro de Tancredo Neves, em Salvador, nesta sexta-feira (4/2). Ele é investigado pela morte do líder comunitário Eliezer Conceição, no dia 4 de janeiro, em Sussuarana. 


Segundo a Secretaria da Segurança Pública, Adriel foi achado durante operação da Coordenação de Narcóticos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e da Coordenação de Operações Especiais (Coe). Ele atirou contra as guarnições, foi atingido e socorrido. O suspeito, porém, não resistiu aos ferimentos. 


O traficante era conhecido por fazer questão de filmar e divulgar nas redes sociais suas execuções, além de postar fotos ostentando armas. “O crime contra o líder comunitário teria sido motivado porque os criminosos acreditarem que a vítima repassava informações sobre o tráfico de drogas local para a polícia”, confirmou o Adriano Lobo Moreira.


A hipótese sobre a motivação do homicídio, inclusive, já havia sido dada após apuração do Aratu On. Além de "Camisa 10", pelo menos outros três homens participaram da ação. Um deles já foi preso na mesma região onde o caso ocorreu, na localidade conhecida como Ayrton Senna. Outro é conhecido pelo apelido de "Gordo", ainda solto.


A execução de Eliezer também foi filmada. Nas imagens, que apresentam pelo menos 14 disparos e mostra o líder comunitário já morto, o traficante "Gordo" aparece com uma pistola em mãos. O criminoso que filma chega a pedir a arma ao comparsa. "Deixa eu dar um, 'Gordo' [tiro de pistola]", solicita.


Com Adriel foi encontrado uma pistola Bereta Cal. 6.35, um revólver calibre 22, dezenas de pinos plásticos contendo cocaína, sacos plásticos contendo crack, maconha embalada, um saco com pedra de cocaína e R$180.


O que chamou a atenção dos investigadores da Polícia Civil foram vestes apreendidas com o criminoso, as mesmas usadas na execução de Eliezer. Foram apreendidas duas camisetas de time, uma bermuda jeans e uma mochila preta também usada na cena do crime. Um celular e um caderno de anotação do tráfico também foram achados. 


O criminoso também era investigado em Coração de Maria pela prática de diversos crimes relacionados ao tráfico de drogas, na localidade conhecida como Morais, na zona rural do município. As informações foram cedidas pela 20ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) do 3º Pelotão de Coração de Maria.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem