Empresário acusado de roubo e sequestro é morto com tiro na cabeça em Jaguaripe

A noite desta sexta-feira (25) foi de luto para os amigos e familiares do empresário Leandro Silva Troesch. O proprietário da famosa Pousada Paraíso Perdido, em Jaguaripe, no Recôncavo Baiano, morreu com um tiro na cabeça.

Segundo informações divulgadas pelo Blog do Valente, o empresário foi encaminhado para o Hospital Gonçalves Martins, no município de Nazaré, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A polícia não descarta a possibilidade de um suicidio.

Leo era dono de uma pousada badalada na cidade e, em 2021, foi preso, junto com sua esposa Shirley da Silva Figueiredo, por um crime cometido em 2001. Os dois foram sentenciados pelos crimes de roubo e extorsão mediante sequestro contra uma mulher em Salvador.

Leo e Shirley viviam normalmente, mesmo sendo condenados em segunda instância pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) em 2010 a 14 e 9 anos respectivamente em regime fechado. O casal estava foragido.

“Pronunciamento: Em decorrência de um gravíssimo acidente sofrido pelo proprietário da pousada Paraíso Perdido, informamos que estão suspensas todas as reservas feitas para o período do Carnaval. Em momento oportuno, entraremos em contato com cada um de vocês para remarcações. Grata pela compreensão.”

 

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem