Tropas russas entram na capital da Ucrânia e atacam base militar

 Uma estação de energia da cidade também foi atingida


As tropas russas entraram nos arredores de Kiev na noite desta sexta-feira (25), madrugada de sábado (26) na Ucrânia, e iniciaram ataques com bombas no centro da cidade. A base militar de Kiev e a uma estação de energia da cidade foram atingidas, Testemunhas relaram muitas explosões e os militares russos tentam cercar o Palácio do Governo.

O presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, afirmou que o destino do país está "sendo decidido agora", enquanto tropas russas se aproximavam de Kiev para tomar a capital. "Esta noite será a mais difícil. O inimigo vem com tudo", disse em pronunciamento aos ucranianos. "Devemos resistir".

"Muitas cidades do nosso Estado estão sob ataque: Chernihiv, Sumy, Kharkiv, nossos meninos e meninas em Donbas, as cidades do sul", listou Zelenski no discurso. "Peço atenção especial a Kiev. Não podemos perder a capital."

Na mensagem, o presidente ucraniano acusou a Rússia de atacar escolas infantis. "Não há nada que possa explicar por que os jardins de infância e a infraestrutura civil estão sendo bombardeados", disse.

Zelenski também aproveitou para agradecer ao exército do país e afirmou que os militares são a última esperança frente à Rússia. "Fiquem firmes. Vocês são tudo o que temos", declarou.

O presidente ucraniano foi visto nesta sexta-feira (25) nas ruas da capital, cercado por assessores, após boatos de que ele havia abandonado o país. "Estamos aqui. Estamos em Kiev. Estamos defendendo a Ucrânia", disse Zelenski em um vídeo filmado na rua Bankov.

Na quinta-feira, Zelenski publicou um vídeo em que afirma ser o alvo nº 1 dos russos. "Eles querem destruir a Ucrânia politicamente destruindo o chefe de Estado", disse. Oficiais americanos afirmaram ao jornal The Washington Post que o governo dos EUA está preparado para resgatar Zelenski, mas que até agora ele se recusou a sair.

Depois de tomar uma base aérea ao norte da cidade na quinta-feira, as forças russas estão agora perto da capital. Elas também estão avançando por duas rotas do norte e pelo menos uma do leste.

Várias rajadas de tiros de armas leves puderam ser ouvidas no centro de Kiev nesta sexta-feira, 25, pouco antes da meia-noite (hora local). No início da noite, houve explosões distantes do centro. Os militares da Ucrânia disseram que soldados russos entraram em um distrito ao norte de Kiev e que "grupos de sabotagem" estão operando na cidade.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem