PM é expulso após passar dez anos recebendo salário, mesmo afastado de função; entenda


Um terceiro sargento da Policia Militar foi expulso pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco após passar dez anos recebendo salários normalmente, mesmo estando afastado das funções. Segundo as investigações, o afastamento foi feito de forma irregular, o que permitiu o erro. 


De acordo com a decisão publicada no Diário Oficial, o militar “estaria trabalhando na Prefeitura de Brejão, no Agreste de Pernambuco”, enquanto esteve “afastado” da PM. O policial pode recorrer da decisão.


Segundo a SDS, em 29 de fevereiro de 1999, o militar passou por uma cirurgia de hérnia de disco, ficando afastado das atividades por orientação médica. Depois disso, ele teria sido considerado apto no exame médico para promoção, mesmo estando em licença para tratamento de saúde.


"O graduado teria se locupletado da falta de controle da Administração Pública em executar os procedimentos referentes à passagem para a inatividade do militar, prevista em legislação específica", explicou a secretaria.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem